ESTUDO DA REDUÇÃO DA ESPESSURA DE CHAPAS EM PSAI NA TERMOFORMAGEM DE CAIXAS INTERNAS DE REFRIGERADORES

Diego Marcolin Antunes, Noeli Sellin

Resumo


A influência da redução da espessura de chapas extrudadas em poliestireno de alto impacto (PSAI) utilizadas na fabricação de caixas internas de refrigeradores sobre a qualidade final das peças, consumos de matéria-prima e energia e na produtividade foi avaliada. Chapas com espessura reduzida foram extrudadas e conformadas em caixas internas pelo processo de termoformagem. Foi verificada uma distribuição não uniforme do PSAI, resultando em caixas com espessura fora dos padrões internos exigidos. Para contornar este problema, foram aplicados plugues conformadores (Feltro, Ambatex e Teflon), nos pontos de maior complexidade do molde na termoformagem das caixas, e aplicada ferramentas Seis Sigma, ensaios mecânicos e ciclagem térmica para avaliar a qualidade das mesmas. Uma comparação entre o consumo de matéria-prima e energia e produtividade antes e depois da redução da espessura das chapas e da implantação dos plugues foi efetuada. Os melhores resultados foram observados para as peças moldadas com uso dos plugues conformadores de Feltro. Houve redução de aproximadamente 4,5% no consumo de matéria-prima, aumento de produtividade em 103 chapas/dia na extrusora, 247 caixas internas/dia na termoformadora e queda do consumo de energia na etapa de pré-aquecimento de 8% e de aquecimento de 17 %.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v15i2.418

Apontamentos

  • Não há apontamentos.