CONTROLE DE VIBRAÇÕES INDUZIDAS POR BRINQUEDOS E PESSOAS EM UM SHOPPING CENTER

Ronaldo Carvalho Battista, Wendell Diniz Varela, Emerson Figueiredo dos Santos, Walber da Luz Correa

Resumo


O presente artigo apresenta de maneira resumida os principais aspectos da investigação e da solução do problema de vibrações causado por diferentes fontes de excitação dinâmica na estrutura mista de um centro comercial com estrutura metálica e lajes steel deck. Num dos pavimentos do edifício se encontram as principais fontes de excitação no centro de entretenimento com brinquedos eletromecânicos que induzem vibrações que se propagam pela estrutura das lajes de piso, pilares, paredes divisórias, vitrines e luminárias das lojas do pavimento inferior, causando desconforto aos funcionários e clientes. Além disso, o simples caminhar de pessoas também induzia vibrações, principalmente em uma área de varanda da praça de alimentação. Para identificar as diversas fontes e a intensidade das vibrações foram realizadas medições de vibrações livres para identificação das características dinâmicas da estrutura e monitoração das vibrações induzidas pelos vários equipamentos. Foram construídos modelos computacionais de trechos das estruturas calibrados experimentalmente com os resultados das medições e a simulação das diversas fontes de excitação por meio de modelos matemáticos. Foram realizadas então simulações de possíveis soluções para os problemas de vibrações, incluindo: (i) o enrijecimento de parte da estrutura de piso com vigas metálicas adicionais; (ii) a execução de um piso sanduíche com a adição de uma camada de concreto de alto desempenho sobre uma manta de material viscoelástico; (iii) atenuadores dinâmicos sincronizados; (iv) isolamento de vibrações com base sobre molas e amortecedores. As descrições e os desempenhos das soluções propostas, algumas fisicamente implementadas e outras não, são sumariamente apresentados e discutidos neste artigo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v16i2.495

Apontamentos

  • Não há apontamentos.