AVALIAÇÃO DO MÓDULO DE RESISTÊNCIA EM PEÇAS ESTRUTURAIS ROLIÇAS E EM CORPOS DE PROVA DE MADEIRA Pinus elliottii

André Luiz Zangiácomo, André Luis Christoforo, Francisco Antonio Rocco Lahr

Resumo


O documento normativo brasileiro em vigor ABNT NBR 7190:1997 (Projeto de estruturas de madeira) especifica que os cálculos estruturais podem ser realizados a partir de resultados obtidos em ensaios realizados em corpos de prova de pequenas dimensões e isentos de defeitos, como da presença de nós, que podem ocorrer em peças estruturais e influenciar nos seus desempenhos. Assim, este trabalho avalia os valores de módulos de resistência (MOR) obtidos a partir de ensaios de compressão paralela às fibras realizados em corpos de prova isentos de defeitos e em peças estruturais roliças de madeira da espécie Pinus elliottii. Foram ensaiados quarenta e oito exemplares, sendo vinte e quatro de pequenas dimensões e vinte e quatro de dimensões estruturais. A análise de variância (ANOVA) revelou equivalência estatística entre os valores médios do MOR obtidos dos corpos de prova (16MPa) e das peças estruturais (15MPa). Os resultados indicam que os ensaios sobre os corpos de prova de dimensões reduzidas podem conduzir a cálculos estruturais satisfatórios, revelando neste estudo, para as quantidades de peças avaliadas assim como da espécie utilizada à boa precisão do modelo de cálculo proposto pela norma brasileira, entretanto, podendo apresentar resultados diferentes para outras peças de madeira da mesma espécie ou de espécies diferentes, justificando o ensaio em peças de dimensões estruturais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v16i2.512

Apontamentos

  • Não há apontamentos.