Estudo da Eficiência do Composto Ativo de Moringa Oleifera Extraída com Soluções Salinas na Tratabilidade de Águas Residuárias da Indústria de Laticínios

Marcia Teresinha Veit

Resumo


A indústria de laticínios é caracterizada pela geração de despejos com altas concentrações de nutrientes, sólidos em suspensão e gorduras, que são tratados por técnicas tradicionais que utilizam coagulantes inorgânicos. Alternativamente estão sendo estudados coagulantes naturais como o extraído das sementes de Moringa oleífera (M. oleífera), que é biodegradável, de baixo custo e gera volumes menores de lodo. A extração do coagulante com solução salina concentrada (1,0 M) eleva a capacidade de coagulação. A carência de alternativas de baixo custo e ambientalmente corretas para tratamento de águas residuárias provenientes das indústrias de pequeno e médio porte motivou este estudo, cujo objetivo é avaliar a eficiência do processo de coagulação/floculação em termos de remoção de cor aparente, turbidez e demanda química de oxigênio (DQO) utilizando a semente de M. oleífera e soluções salinas distintas (KCl 1,0 M e NaCl 1,0 M) para extração do coagulante; além de avaliar o comportamento do pH durante o tempo de sedimentação. Os ensaios foram conduzidos em “Jar Test”, as faixas de concentração de 1300 a 1800 ppm de M. oleífera em solução salina foram estudadas. Os melhores resultados encontraram-se quando se utilizou 1500 ppm da solução coagulante extraída com KCl 1,0 M; obteve-se uma remoção de 98,3% de cor aparente, 97,1% de turbidez e 58,9% de DQO.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v16i2.435

Apontamentos

  • Não há apontamentos.