ESTUDO CINÉTICO DA TROCA IÔNICA DO SISTEMA BINÁRIO Cu2+-Na+ UTILIZANDO A RESINA AMBERLITE IR-120

Thiago Olinek Reinehr, Adair Gallo Junior, Eduardo Raizer, Caroline Bertagnolli, Carlos Eduardo Borba, Edson Antônio da Silva

Resumo


A presença de metais pesados em águas residuais industriais é uma relevante forma de poluição. O conhecimento das características cinéticas dos processos de transferência de massa é fundamental para o desenvolvimento de processos de troca iônica utilizados na remoção destes metais. Neste trabalho, foram testados quatro modelos cinético para descrever a troca iônica do sistema binário Cu+2 – Na+ sobre a resina Amberlite IR-120. Os modelos se distinguem pela etapa limitante da transferência de massa considerada do processo (resistência no filme externo e resistência intrapartícula) e pela força motriz para a transferência de massa utilizada (gradiente de concentração e gradiente de potencial químico). Os experimentos foram realizados na temperatura de 25oC e pH inicial 4. O modelo de resistência intrapartícula e força motriz em termos do gradiente de concentração foi o mais efetivo na representação dos dados experimentais, indicando que, possivelmente, a resistência intrapartícula é a etapa limitante do processo de transferência de massa. O valor encontrado para o coeficiente de transferência de massa foi de 3,698x10-2 min-1.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v16i2.467

Apontamentos

  • Não há apontamentos.