MODELAGEM MATEMÁTICA APLICADA À ÁREA SUPERFICIAL DO ABACAXI PEROLA

Luara de Jesus Almeida, Wantiê Teles Adorno, Glêndara Aparecida de Souza Martins, Paulo Alexandre Oliveira, Warley Gramacho da Silva

Resumo


O abacaxi (Ananas comosus L. Merril), pertence ao gênero Ananás, que é o mais importante da família Bromeliaceae. A variedade “Pérola” é a mais cultivada no Brasil, e sua polpa é rica em suco, saborosa, pouco ácida e de coloração branco ou amarelo pálido. O congelamento de produtos agrícolas, dentre eles as frutas, é um processo de transferência de calor, que pode ser mais rápido ou mais lento dependendo do tamanho da sua área superficial, a qual pode ser determinada para quantificar a energia gasta num processo de congelamento. O objetivo desse trabalho foi determinar a área superficial do abacaxi “Pérola” por meio do ajuste de curvas no software Python, visto que a área superficial é onde ocorre a troca térmica. Foram analisadas 15 amostras ao todo, nas quais coletamos as medidas de peso, altura, diâmetro e circunferência dos discos. Terminadas as medições, foi feita uma tabela relacionando peso, altura e área total de cada amostra, e em seguida os dados foram plotados no software Python a fim de encontrar qual a função que melhor adequa a curva aos dados obtidos usando o método das tentativas. A função que melhor se ajustou aos dados experimentais foi a cúbica 87,110p³ - 619,757p² + 1590,135p – 444,186, na qual o indivíduo substitui o “p” pelo peso do abacaxi e encontra a área superficial aproximada do fruto.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v17i1.624

Apontamentos

  • Não há apontamentos.