RELAÇÕES DE CAUSALIDADE ENTRE O RETORNO DAS AÇÕES DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL BRASILEIRO E INDICADORES MACROECONÔMICOS

Marcelo de Lima Balzana Filho, Ricardo Bordeaux-Rego

Resumo


Este artigo teve o objetivo de analisar se há uma relação de causalidade entre as ações do setor de construção civil brasileiro e indicadores macroeconômicos. Foram utilizados testes de raiz unitária, testes de causalidade de Granger e análise de regressão multivariada para tentar modelar relações de retornos entre indicadores defasados e as ações. Utilizando sete ações e oito indicadores, o estudo conclui que seis entre as sete ações do setor são influenciadas de modo defasado por pelo menos dois indicadores econômicos. O único indicador econômico que é causado pelas ações o PIB, sendo este causado por apenas duas ações. Tentou-se construir modelos multivariados para prever o retorno das ações através dos dados defasados dos indicadores, mas esses modelos não tiveram sucesso em obter resultados próximos dos retornos reais no período avaliado.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v17i3.666

Apontamentos

  • Não há apontamentos.