INCORPORAÇÃO DE LODO DE TRATAMENTO DE ÁGUA NA FABRICAÇÃO DE PAINÉIS DE MADEIRA AGLOMERADA (INCORPORATION OF SLUDGE FROM WATER TREATMENT IN THE MANUFACTURE OF PARTICLEBOARDS)

Cynthia Algayer da Silva, Andressa Algayer da Silva, Letícia Nishi, Marcela Fernandes Silva, Luciana Cristina Soto Herek Rezende, Rosângela Bergamasco

Resumo


Durante o processo de tratamento da água bruta para a produção de água potável, há a geração de resíduo na etapa de decantação, denominado lodo, que possui como principais características a alta concentração de matéria orgânica e metais pesados, podendo desta forma causar riscos ao ambiente quando descartado de maneira inadequada. O presente trabalho teve como objetivo principal a incorporação de diferentes porcentagens deste lodo na fabricação de painéis de madeira aglomerada, como uma forma de disposição final adequada para o lodo de tratamento de água e também para a maravalha proveniente do beneficiamento da madeira de pinus. Após a caracterização físico-química do lodo e partículas de madeira os painéis confeccionados foram submetidos a ensaios físicos de densidade, teor de umidade, absorção de água e inchamento em espessura segundo a norma brasileira ABNT NBR 14.810-3 (2006). O melhor tratamento encontrado foi com incorporação de 30% de lodo de ETA e utilizando a maior porcentagem de resina de ureia-formaldeído (UF) 16%, este painel apresentou um valor de densidade de 520,15 kg m-3. Os resultados mostraram que a incorporação do resíduo em painéis de madeira aglomerada é uma opção promissora como uma forma de disposição final para este resíduo, desenvolvendo assim um subproduto e incentivando desta forma o desenvolvimento sustentável, colaborando com o meio ambiente.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v17i3.694

Apontamentos

  • Não há apontamentos.