OTIMIZAÇÃO DOS PARÂMETROS DE OPERAÇÃO NO PROCESSO DE COAGULAÇÃO/FLOCULAÇÃO E SEDIMENTAÇÃO NO TRATAMENTO DE ÁGUA COM A ASSOCIAÇÃO PAC E Moringa oleifera Lam

Karina Cardoso Valverde, Priscila Ferri Coldebella, Letícia Nishi, Tássia Rhuna Tonial dos Santos, Onélia Aparecida Andreo dos Santos, Rosângela Bergamasco

Resumo


Existem vários estudos sobre coagulantes naturais, contudo, informações sobre as condições de operação no processo de coagulação/ floculação e sedimentação ainda são insuficientes, principalmente relacionadas aos efeitos dos coagulantes químicos em conjunto com a Moringa oleifera Lam (M. oleifera). Assim, o objetivo foi avaliar a eficiência da associação dos coagulantes policloreto de alumínio (PAC) e M. oleifera na remoção de cor aparente, turbidez e compostos com absorção em UV254nm (UV254nm), em função da alteração das velocidades e tempos de mistura, a fim de se obter as condições de operações ideais para água bruta com turbidez inicial de 72,9 NTU. Os ensaios foram realizados em Jar Test, com água bruta proveniente da bacia do rio Pirapó, Maringá, PR, com dosagens de 12,5 mg.L-1 para o PACassociado a 50 mg.L-1 de M. oleifera. Para a avaliação da remoção dos parâmetros de qualidade utilizou-se delineamento fatorial 27x4, sendo vinte e sete variações quanto à velocidade de mistura rápida e lenta (VMR e VML) e tempos de mistura rápida e lenta (TMR e TML); e quatro tempos de sedimentação (TS). Por meio da aplicação do teste Tukey, observou-se que as condições de operação mais interessantes foram: 100 rpm (VMR), 1 min (TMR), 45 rpm (VML), 15 min (TML e TS), com eficiência de remoção de 97,1%, 95,8% e 85,6% para cor aparente, turbidez e UV254nm, respectivamente.

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v17i4.619

Apontamentos

  • Não há apontamentos.