PERFIL SOCIOCULTURAL DOS CANDIDATOS AOS CURSOS DA ÁREA DE ENGENHARIA NO VESTIBULAR DA UFF 2011

Geremias de Mattos Fontes Neto, José Rodrigo de Moraes, Luz Amanda Melgar Santander, Mônica de Aquino Galeano Massera da Hora

Resumo


Os cursos de Engenharia são de extrema importância para o país e para melhorar as condições de vida da população em geral, e exigem dos alunos bons conhecimentos em ciências exatas. A preocupação excessiva com o vestibular e a precocidade da escolha da área profissional pode levar a evasão nos cursos de graduação em Engenharia ou o prolongamento do tempo de formação do aluno. Utilizando os dados do Vestibular da UFF 2011, este trabalho estabeleceu a associação entre características demográficas, socioeconômicas e culturais e a escolha dos candidatos pelas áreas de Engenharia, relativamente às demais áreas de Ciências Exatas, e as áreas de Ciências Humanas/Biológicas. Entre os resultados do trabalho, destaca-se a maior chance pela escolha das áreas de Engenharia entre os candidatos do sexo masculino, de 15 a 18 anos, com motivação financeira, filhos de pais mais escolarizados, com maior renda mensal familiar, que concluíram o ensino médio em 2009 ou 2010 e que apresentam domínio de alguma língua estrangeira. A complexidade da escolha profissional mostra a importância da orientação, desenvolvida por uma equipe multiprofissional em escolas do ensino médio, para auxiliar os alunos nas suas escolhas profissionais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v17i4.805

Apontamentos

  • Não há apontamentos.