SUSTENTABILIDADE EM COPAS DO MUNDO: UMA ANÁLISE COMPARATIVA DA EMISSÃO DE GASES DO EFEITO ESTUFA PROVENIENTES DOS TRANSPORTES E DAS DEMAIS INFRAESTRUTURAS

Rodrigo Tóffano, Glaydston Mattos Ribeiro

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar a emissão de gases do efeito estufa oriundos da construção/reforma de estádios de futebol e da utilização da rede de transportes e demais infraestruturas das últimas três Copas do Mundo FIFATM Alemanha 2006, África do Sul 2010 e Brasil 2014. A apreciação que adotou a emissão de dióxido de carbono equivalente (tCO2e) como unidade comparativa, evidencia a contribuição majoritária do sistema de transportes, principalmente, decorrente de deslocamentos internacionais, na emissão de gases do efeito estufa. Esta característica indica a necessidade de uma reflexão acerca dos transportes envolvidos em grandes eventos esportivos.

 

PALAVRAS-CHAVE: Sustentabilidade, Gases do Efeito Estufa, Copas do Mundo, Transporte.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v18i2.848

Apontamentos

  • Não há apontamentos.