REMOÇÃO DE SULFATO EM SALMOURA UTILIZANDO A MEMBRANA DE NANOFILTRAÇÃO NF90-4040 NA PRODUÇÃO DE CLORATO DE SÓDIO

Bianca Pedroso Silva Santos, Daniele Espírito Santo Loredo Silva, Thiago Silva Pinto Faria, Raiany Araújo Martins, Alberto Cláudio Habert, Cristina Pereira Cardoso

Resumo


Os processos de separação por membranas (PSM) podem ser empregados em diversos segmentos por serem economicamente vantajosos devido ao gasto com energia ser consideravelmente menor. Estes processos têm sido utilizados em indústrias farmacêuticas, alimentícias, dessalinização de água, remoção de contaminantes entre outros. Com base nestas afirmações, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a eficiência da membrana de nanofiltração (NF90-4040) na remoção de sulfato na salmoura que é alimentada no sistema de produção de clorato de sódio. O trabalho foi realizado no laboratório de separação por membranas (PAM) do Programa de Pós Graduação em Engenharia Química da COPPE/UFRJ. Foi empregada uma carga real de salmoura com concentração de 316 g/L de cloreto de sódio e 0,96 g/L de sulfato coletada no estágio de tratamento primário, após o processo de filtração. Os parâmetros vazão (40 L/h) e a temperatura (22°C) foram mantidos fixos, somente a pressão de trabalho foi alterada 12, 10 e 8 bar respectivamente. Através da análise de microscopia eletrônica de varredura (MEV) foi verificado que não houve danos na superfície da membrana, ruptura ou formação de fouling. A remoção de sulfato empregando (NF90-4040) foi aproximadamente 33%, indicando que membranas de nanofiltração apresentam-se como método eficiente para remoção de sulfato na faixa de pressão trabalhada.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v19i3.872

Apontamentos

  • Não há apontamentos.