ANÁLISE DA EVOLUÇÃO DE CONCENTRAÇÃO NA CARTEIRA TEÓRICA DO ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL – ISE

DEIVISON DA SILVEIRA PEREIRA, Diogo dos Santos Damas, Mariana Calheiros Catão, Ricardo Bordeaux Rego, Osvaldo Quelhas, João Carlos Soares de Mello

Resumo


O presente trabalho apresenta uma análise de composição da carteira de ações teórica do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), gerido pela Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA). Esta análise engloba o período de sua criação em dezembro de 2005 até abril de 2015, tendo como principal objetivo a identificação de uma possível concentração ao nível de setores, subsetores, segmentos e empresas na carteira. Como medida de concentração foi utilizado o índice Herfindahl–Hirschman (HHI). Os resultados obtidos demonstram uma concentração maior em todos os níveis no período anterior a 2010, principalmente para o nível de setores, e uma concentração menor após este período, devido em grande parte à mudança de metodologia na formação da carteira do índice efetuada pela BM&FBOVESPA ao final de 2009 com intuito de diminuir a concentração na mesma.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v19i4.942

Apontamentos

  • Não há apontamentos.