AVALIAÇÃO DA TRANSESTERIFICAÇÃO METANÓLICA IN SITU DE CYPERUS ESCULENTU

Matheus Romeiro Manoel dos Santos, Edson Antonio da Silva, Fernanda Tavares

Resumo


A oleaginosa Cyperus esculentu, ou tiririca, possui alta reprodutividade e considerável quantidade de óleo em massa, tornando-a interessante para a produção de biodiesel; A técnica de transesterificação in situ, simplifica o processamento da biomassa e pode significar uma opção econômica de processo produtivo. Dentro deste contexto, este trabalho possui o objetivo de avaliar a transesterificação metanólica in situ em meio ácido do óleo de tiririca e a influência do solvente e temperatura; Inicialmente, realizou-se procedimento Soxhlet para determinar o rendimento de óleo, em senguida, utilizou-se uma relação molar metanol:catalisador:solvente de 10:1:1, sendo o catalisador HCl e os solventes hexano e clorofórmio; A mistura reacional foi submetida as temperaturas de 50, 60 e 70 ºC por 120 minutos, com posterior separação de fases e análise de ésteres totais via cromatografia gasosa; A cinética de reação foi obtida nos tempos de 5, 10, 15, 30, 60 e 120 minutos; O rendimento de óleo foi de 1%, indicando uma colheita precoce e uma baixa concentração de triglicerídeos nas raízes da tiririca. Na reação foram obtidos rendimentos em ésteres em torno de 20%, sendo os maiores utilizando-se hexano a 70ºC; A partir de 60 minutos o aumento do rendimento em ésteres não foi significante.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v20i3.9478

Apontamentos

  • Não há apontamentos.