LAJES MACIÇAS DE CONCRETO ARMADO EM ESTRUTURAS PORTUÁRIAS: ESTUDO DE CONFIABILIDADE

Victória Sanmartin Prata, Mauro de Vasconcellos Real

Resumo


Este trabalho tem por objetivo avaliar a confiabilidade de lajes maciças de concreto armado, presentes em zonas portuárias, dimensionadas seguindo a NBR-6118:2014. Para o cálculo das solicitações utilizaram-se tabelas baseadas na Teoria da Elasticidade de Flexão de Placas. O momento último para seções retangulares de concreto armado, submetidas à flexão simples no estado limite último, foi definido e, através da Teoria das Linhas de Ruptura, foi também definido o momento de plastificação. Ao igualar estes dois momentos, se fez a dedução de um modelo para calcular a carga última das lajes. O estudo da confiabilidade foi feito a partir do cálculo de índices de confiabilidade das lajes, com o método de simulações de Monte Carlo com calibração pelo método FORM. Os índices foram obtidos para situações diferentes de combinações de parâmetros de dimensionamento: resistência característica à compressão do concreto, vãos, proporção entre carregamento variável e permanente e, por último, carregamento total solicitante. Diante dos resultados, quatro estudos paramétricos foram realizados para análise da confiabilidade do sistema, observando-se que aumentos na resistência característica à compressão do concreto provocam pequenas quedas nos índices de confiabilidade, enquanto aumentos nos vãos e no carregamento total solicitante aumentaram os índices. Já em relação à proporção entre carregamentos, ao assumir valores maiores a carga variável causou quedas nos índices de confiabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v20i5.9526

Apontamentos

  • Não há apontamentos.