CONTRIBUIÇÃO EDUCATIVA E TERAPÊUTICA DA HIDROTERAPIA NA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES PORTADORES DE OSTEOPOROSE: ANÁLISE DE UM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE

MARCOS ANTONIO DE FARIAS

Resumo


Este trabalho implementou e analisou um Programa de Educação para a Saúde voltado a
portadores de osteoporose. A osteoporose constitui grave problema de saúde pública,
sobretudo pelas fraturas. No Brasil 30% das mulheres que passaram pela menopausa
irão desenvolver a osteoporose (GOMES e GARCIA, 2006). A metodologia foi
participativa e teve como cenário uma Clinica de Fisioterapia. O universo foi composto
por um fisioterapeuta e uma nutricionista, e por três voluntárias do sexo feminino, entre
50 e 70 anos. Contou com a análise clínica dos integrantes, palestras educativas e ações
de hidroterapia. Confirmou a importância da terapia em grupo, de uma equipe
multidisciplinar e a necessidade de palestras educativas no tratamento da osteoporose.
Tais resultados oportunizaram a construção de um novo Programa de Educação para a
Saúde voltada para pacientes osteoporóticos e traz como novidade, uma proposta de
interface do Ensino e Saúde com a área de Ensino de Ciências.
Palavras-chave: Osteoporose, Hidroterapia, Qualidade de Vida, Espaço não-formal de
Ensino, Ensino de Ciências.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2009.v2i1.a21037

Apontamentos

  • Não há apontamentos.