COMUNICAÇÃO SIGILOSA DE SORODIAGNÓSTICO POSITIVO PARA HIV À GESTANTE PELA ENFERMEIRA OBSTÉTRICA

LUCIA HELENA GARCIA PENNA, MICHELLE DOS SANTOS PORTO, RAQUEL DE SOUZA TAVARES, LUIZA MARIA CORRÊA, FERNANDA RODRIGUES C. MORAIS, FRANCISLENE PACE, AIDA DUTRA

Resumo


Identifica os sentimentos da enfermeira em relação à cliente e à comunicação do resultado positivo de exame sorológico para HIV e descrever as estratégias utilizadas pela mesma para comunicá-lo à gestante da forma mais sensível possível. Caracteriza-se como descritiva, exploratória qualitativa. Os sujeitos do estudo foram 10 enfermeiras obstétricas que tiveram alguma experiência em comunicar o resultado positivo de exame sorológico para HIV. Aplicou-se um questionário e utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. As enfermeiras traçam condutas de forma a acolher a gestante e buscam atendê-la de forma integral, se preocupando também com o parceiro e a criança que está por vir. As estratégias utilizadas têm como referência a humanização, acolhimento, conhecimento sobre Aids e criação de rede de apoio. Observa-se ao comunicar o resultado a sensibilidade das enfermeiras perante as clientes, com aparecimento do sentimento de empatia e a dificuldade em comunicar o diagnóstico positivo para HIV.
Palavras Chave: Comunicação Sigilosa, Sorodiagnóstico da AIDS, Gravidez e Enfermagem Obstétrica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2010.v3i1.a21101

Apontamentos

  • Não há apontamentos.