A IMPLANTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM SAÚDE COLETIVA

Maria Angela Conceição Martins, Alba Regina Silva Medeiros, Marta de Lima Castro

Resumo


Trata-se de relato de experiência acerca do processo de implantação do Estágio Supervisionado Obrigatório na graduação em Saúde Coletiva. A partir da descrição da implantação do estágio supervisionado obrigatório dos sétimos e oitavos semestres foram relatados os aspectos relativos aos objetivos norteadores do estágio, à escolha do cenário de práticas, as atividades realizadas pelos futuros profissionais e as reflexões acerca da integração ensino em serviço. Nesse contexto, o estágio integra os conteúdos curriculares acumulados durante o curso visando fortalecer a aquisição do saber em sua prática. Na graduação em Saúde Coletiva da UFMT, a possibilidade do fomento do egresso do curso como potencial profissional a ser inserido nos serviços e sistemas de saúde, observou-se a cada novo cenário de prática estagiado.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2015.v8i2.a21204

Apontamentos

  • Não há apontamentos.