A ODONTOLOGIA COMO TEMA PARA O ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE POSSIBILIDADES POR MEIO DE MAPAS CONCEITUAIS

Eluzir Pedrazzi Chacon, Lucas Junqueira Carvalho, Carlos Magno Rocha Ribeiro

Resumo


O presente artigo reporta uma análise sobre a articulação da Química com a Odontologia através de mapas conceituais. A metodologia utilizada neste trabalho se caracteriza como básica, qualitativa e exploratória. Através da pesquisa bibliográfica foram observados os conteúdos químicos relacionados à conservação dos dentes e a saúde bucal, bem como sua aplicação ao Ensino de Química. Além disso, o trabalho baseia-se nos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCNEM) e tem como referencial teórico a teoria da aprendizagem significativa de David Ausubel. Dentro do tema “A Odontologia e a Química” abordaram-se cinco subáreas: (a) a formação do dente, (b) a cárie e sua formação, (c) lesões no dente; (d) retirada da cárie e fechamento da cavidade e (e) a conservação dos dentes. Estudou-se ainda a correlação entre essas subáreas e o Ensino de Química através de mapas conceituais. Os resultados apontam que o professor em sua sala de aula pode utilizar tópicos relacionados à Odontologia para fazer uma contextualização e com isso motivar o ensino/aprendizagem da Química no Ensino Médio, pois o tema em questão é muito rico, permitindo uma ampla discussão e aprofundamento de conteúdos essenciais à formação discente. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2016.v9i2.a21223

Apontamentos

  • Não há apontamentos.