O CONHECIMENTO DE ESTUDANTES SOBRE O HIV/AIDS E A IMPORTÂNCIA DE JOGOS E TEATRO NA RECONSTRUÇÃO DE CONCEITOS RELACIONADOS AO TEMA

Amanda Goulart, Debora Valim da Silva, Andréa de Carvalho Carnevali, Eveliy de Fátima Pereira Reis, Raphael Antônio Prado Dias, Jaqueline Carlos-Bender

Resumo


A Organização Mundial de Saúde relata que a grande maioria dos adolescentes inicia sua vida sexual entre 12 e 17 anos. Jovens caracterizam-se pela vulnerabilidade às Doenças Sexualmente Transmissíveis, como a Síndrome da Imunodeficiência Humana. Objetivamos avaliar o grau de conhecimento sobre AIDS/HIV entre adolescentes e adultos em comunidade escolar e, após a aplicação de recursos educativos, determinar a eficácia na aquisição de conhecimento sobre o assunto. O instrumento de coleta utilizado foram questionários que abordavam dados gerais do participante e perguntas a respeito do tema. Com base nos resultados obtidos na primeira etapa, os alunos do ensino fundamental o participaram do jogo “Zig ZAIDS”, desenvolvido pela Fiocruz, e assistiram a um teatro, representando o modo de atuação do vírus HIV nas células, assim como situações do cotidiano vividas por portadores. Em seguida, um segundo questionário foi aplicado, abrangendo o conteúdo apresentado no jogo e no teatro. Na primeira coleta, observou-se diferenças de conhecimento entre gênero e escolaridade. A partir destes dados, observa-se a influência da escolaridade no nível de informação dos estudantes. Concluímos também que o jogo e o teatro mostraram-se efetivos para o ensino desse tema, sendo uma importante ferramenta metodológica de apoio aos professores de Biologia. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2018.v11i2.a21289

Apontamentos

  • Não há apontamentos.