AS REVISTAS FEMININAS JUVENIS NO APRENDIZADO DO CORPO E DA SEXUALIDADE: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS

Bartira dos Reis Rocha Cezar, Eliane Portes Vargas

Resumo


Neste artigo apresenta-se uma metodologia de abordagem do tema da sexualidade mediante o uso de revistas femininas juvenis como recurso didático em práticas de ensino não-formal com escolares. O estudo do uso das revistas Capricho e Atrevida foi desenvolvido em uma escola pública do Estado do Rio de Janeiro com a participação de alunos do ensino fundamental. A elaboração do Plano de Atividade teve por objetivo contribuir com os educadores para uma abordagem ampliada da Educação Sexual neste contexto. Trata-se de tema transversal no âmbito do Ensino de Ciências e da Saúde. O estudo centrou-se na perspectiva dos jovens e aspectos subjetivos da sexualidade. As dúvidas emergentes na atividade se articularam às mensagens das revistas mediante a leitura crítica dos discursos sociais em circulação nestes produtos culturais. A metodologia aplicada está ancorada em análises de perspectiva socioantropológica e Estudos de Recepção em Comunicação oferecendo possibilidades de análise das construções sobre corpo, gênero e sexualidade entre os jovens escolares mediadas pelas revistas. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2018.v11i3.a21564

Apontamentos

  • Não há apontamentos.