Educação ambiental e alimentar a curto prazo através do ensino de ciências

Adrian Thainan dos Santos Ferreira, Elen Cristina Valente Rodrigues, Eldianne Moreira Lima

Resumo


Os problemas ambientais e de saúde assolam a sociedade contemporânea, nos quais as atitudes humanas são consideradas como principais responsáveis e também são as fontes para reverter a maioria deles. Uma das formas mais contundentes de promover mudanças substanciais nos hábitos das pessoas para adotarem atitudes responsáveis com o uso dos recursos naturais e alimentares é por meio da educação. Nesse contexto, esta pesquisa teve como principal objetivo ensinar alunos do nível fundamental em relação aos temas ambiental e de saúde alimentar juntos, e também conscientizá-los sobre a importância de adquirir hábitos ambientais e alimentares saudáveis. Para isso, foi utilizada uma aula estratégica de ensino com recursos didáticos, contextualização dos temas com a região de estudo e aplicação de dimensões de discurso dialógico e interativo, e concepções socioambientais. De forma geral, os alunos tiveram melhora no desempenho logo após aula comparado com o antes da aula, indicando que houve aprendizagem. Todavia, um mês após a aula, o desempenho dos alunos diminuiu em relação ao desempenho obtido logo após a aula, indicando que houve perda na aprendizagem. Concluímos que a aula utilizada foi eficiente apenas a curto prazo. Foi constatado também que os gestores escolares devem adotar estratégias de médio e longo prazo para dar continuidade no processo de aprendizagem dos alunos em sala de aula e também contribua com a formação de adultos conscientes que tenham atitudes ambientais e alimentares capazes de tornar a sociedade ambientalmente sustentável e com qualidade de vida.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2018.v11i3.a21595

Apontamentos

  • Não há apontamentos.