Análise de livre interpretação como uma possibilidade de caminho metodológico

Maylta Brandão dos Anjos, Giselle Rôças, Marcus Vinicius Pereira

Resumo


Neste artigo, apresentamos uma proposta de análise de dados para as pesquisas da área de ensino de ciências pautada no paradigma da metodologia qualitativa que denominamos Análise de Livre Interpretação (ALI), visando aliar a experiência dos professores-pesquisadores ao referencial teórico-metodológico ao qual se afiliam. Para tal, a ALI se situa em um rol em que a compreensão teórica busca atender à proposta e objetivos da pesquisa, discutindo suas bases na união da teoria trabalhada e dos elementos subjetivos próprios a quem disserta, pesquisa e ministra aulas simultaneamente. O professor-pesquisador, ao analisar os dados coletados, é capaz de extrapolar as bases teóricas na medida em que realiza inferências pautadas em um quadro de observações de vivências que acontecem entre participantes da pesquisa e pesquisadores. A proposta, em síntese, é que os aportes teóricos ofereçam movimentos interpretativos para compreensão dos vários quadros que podem emergir no campo de buscas e que esses contribuam para a expansão das reflexões, mostrando a livre harmonia interpretativa entre teoria e prática, entre refletir e fazer.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2019.v12i3.a29108

Apontamentos

  • Não há apontamentos.