Portugal e Brasil no cenário da saúde mental

Raquel Siqueira-Silva, João Arriscado Nunes, Marcia Oliveira Moraes

Resumo


Este artigo visa discutir os modelos de atuação no campo da saúde mental em Portugal, estabelecendo algumas distinções por relação aos referenciais que norteiam a saúde mental no Brasil.  Nota-se que enquanto no Brasil a saúde mental foi marcada pela Reforma Psiquiátrica, com inspiração italiana, em Portugal a saúde mental segue a referência da Psiquiatria de Setor. Foram realizadas quatro entrevistas semi-estruturadas com profissionais e familiares portugueses. O texto conclui com a indicação de que em Portugal a Psiquiatria de Setor ainda não atingiu integralmente sua proposição de atendimento comunitário.


Palavras-chave


Saúde Mental; Reforma Psiquiátrica; Psiquiatria de Setor

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, F. A doença mental nem sempre é doença: racionalidades leigas sobre saúde e doença mental - um estudo no norte de Portugal. Porto: Afrontamento, 2011.

AMARANTE, P. (Org.) Loucos pela vida: a trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil. Rio de Janeiro: SDE/ENSP, 1995.

BASAGLIA, F. A instituição negada. 3ª Ed. São Paulo: Graal Editora, 2001.

FOUCAULT, M. História da loucura na idade clássica. 8ª Ed. São Paulo: Perspectiva, 2005.

FOUCAULT, M. O Nascimento da Clínica. 6ª Ed. Rio de Janeiro: Editora Forense Universitária, 2004.

GOFFMAN, E. Manicômios, Prisões e Conventos. Trad. Dante Moreira Leite. 7ª edição. São Paulo: Editora Perspectiva, 2001.

HESPANHA, P. A reforma psiquiátrica em Portugal: desafios e impasses. In: FONTES, B. A. S. M.; FONTE, E. M. M. (Org.). Desinstitucionalização, Redes sociais e Saúde Mental: análise de experiências da reforma psiquiátrica em Angola, Brasil e Portugal. Recife: UFPE, 2010. p. 137-162.

HESPANHA, P. et al. Doença Mental, Instituições e Famílias: os desafios da desinstitucionalização em Portugal. Coimbra: Almedina-CES, 2012.

MORAES, M. Por uma estética da cognição: a propósito da cognição em Latour e Stengers. Informare, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, p. 49-56, 1998.

PORTUGAL. Constituição (1976). VII revisão constitucional [2005]. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2013.

PORTUGAL. Assembleia da República. Lei nº 36/98 de 24 de julho. Lei de Saúde Mental. 1998. Disponível em: . Acesso em: 20 abr. 2013.

PORTUGAL. Portal da Saúde. História do Serviço Nacional de Saúde. 2010. Disponível em: . Acesso em: 17 abr 2013.

ROUDINESCO, E. [et. al.]. Foucault: leituras da história da loucura; tradução Maria Inês Duque Estrada- Rio de Janeiro, Relume-dumará, 1994.

SIQUEIRA-SILVA, R. Grupos musicais em Saúde Mental: conexões entre estética musical e práticas musicoterápicas. 2012. Tese (Doutorado em Psicologia-Estudos da Subjetividade)__Instituto de Ciências Humanas e Filosofia - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2012.

VIANA, V. C. Saúde mental, qualidade de vida e acesso aos cuidados de saúde na comunidade brasileira de Lisboa. 2010. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Ciências Médicas - Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: