A história do presente em Foucault e as lutas atuais

Kleber Prado Filho, Lilia Ferreira Lobo, Flávia Cristina Silveira Lemos

Resumo


Este artigo promove um debate sobre as lutas sociais e políticas a partir das pesquisas de Michel Foucault, em uma história do presente, apontando contribuições das análises de arquivos e de ferramentas que nos inquietam pela força do questionamento que produzem e também pela atitude crítica e política que possibilitam, bem como a postura ética que movem nos trabalhos em psicologia social, no Brasil. O legado de Foucault é vasto pela potência de seus escritos e rupturas provocadas em diferentes áreas entre pesquisadores e militantes, em muitos países, o que diz de suas ressonâncias e da importância de escrever a respeito.

Palavras-chave


Foucault; história; pesquisa; lutas atuais; crítica

Texto completo:

PDF

Referências


DELEUZE, G. Conversações. Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

DONZELOT, J. The poverty of political culture. Ideology and Consciousness, [S.l.], n. 5, p. 73-86, 1979.

ERIBON, D. Michel Foucault e seus contemporâneos. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1996.

EWALD, F. La philosophie comme act. Le Magazine Littéraire: Dossier Michel Foucault, n. 435, p. 30-31, oct. 2004.

FARGE, A. O sabor do arquivo. São Paulo: EDUSP, 2009.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro, Graal, 1979.

FOUCAULT, M. Nietzsche, Freud, Marx: Theatrum Philosoficum. 5. ed. São Paulo: Princípio, 1984.

FOUCAULT, M. Arqueologia do Saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1986.

FOUCAULT, M. (Auto)biography – 1926- 84. In: ______. History of present. San Francisco: University of Califórnia, 1988. p. 13-15.

FOUCAULT, M. O sujeito e o poder. In: DREYFUS, H.; RABINOW, P. (Org.). Michel Foucault, uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense/Universitária, 1995, p. 231-249.

FOUCAULT, M. História da loucura na Idade Clássica (1961). 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 1997.

FOUCAULT, M. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FOUCAULT, M. Os intelectuais e o poder. In: MOTTA, M. B. da (Org.). Estratégia, poder-saber.Rio de Janeiro: Forense/Universitária, 2003. Coleção Ditos & Escritos, v. 4, p. 37-47.

FOUCAULT, M. O cuidado com a verdade. In: MOTTA, M. B. da (Org.). Ética, sexualidade, política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004. Coleção Ditos & Escritos, v. 5, p. 240-251.

FOUCAULT, M. O que são as Luzes. In: MOTTA, M. B. da (Org.). Arqueologia das ciências e história dos sistemas de pensamento. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005. Coleção Ditos & Escritos, v. 2, p. 335-351.

FOUCAULT, M. Foucault estuda a razão de Estado. In: MOTTA, M. B. da. (Org.). Michel Foucault: estratégia, poder-saber. 2. ed. Rio de janeiro: Forense Universitária, 2006a. Coleção Ditos & Escritos, v. 4, p. 319-322.

FOUCAULT, M. Mesa redonda em 20 de maio de 1978. In: MOTTA, M. B. da. (Org.). Michel Foucault: estratégia, poder-saber. 2. ed. Rio de janeiro, Forense Universitária, 2006b. Coleção Ditos & Escritos, v. 4, p. 335-351.

FOUCAULT, M. Poder e saber. In: MOTTA, M. B. da (Org.). Estratégia, poder-saber. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006c. Coleção Ditos & Escritos, v. 4, p. 223-240.

FOUCAULT, M. O governo de si e dos outros. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

LOBO, L. F. Os infames da história: pobres, escravos e deficientes no Brasil. Rio de Janeiro: Lamparina/FAPERJ, 2008.

REVEL, J. Foucault: conceitos essenciais. São Carlos/SP: Claraluz, 2005.

VEYNE, P. Foucault revoluciona a história. In: ______. Como se escreve a história. Brasília: UNB, 1998. p. 239-285.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: