Por uma proposta baudrillardiana em psicossomática e psicanálise contemporâneas: algumas ponderações concernentes aos fenômenos corpo e alma na obra Da sedução

Fernando Luís Pereira Robles

Resumo


Jean Baudrillard, pensador francês contemporâneo, apresenta críticas instigantes à Psicanálise e à sociedade atuais, sua original teoria pode vir a contribuir significativamente em releituras de práticas e conceitos do modo como se desenvolve o cuidado em Saúde (Psicanálise e Psicossomática, mais estritamente abordadas aqui). Seu conceito de sedução conjuga-se com a crítica laplanchiana  ao abandono da teoria da sedução frente à teoria da sexualidade, nos primórdios dos desenvolvimentos teóricos freudianos; ambas noções entrecruzadas podem possibilitar substantiva transvaloração de conceitos, quando articuladas com linhas psicanalíticas e psicossomáticas ortodoxas, podendo vir a impactar virtuosamente em práticas clínicas e sociais das mesmas.


Palavras-chave


Baudrillard; sedução; sexualidade; Psicanálise; Psicossomática

Texto completo:

PDF

Referências


BAUDRILLARD, J. Cool memories 1980-1985. Rio de Janeiro. Espaço e Tempo, 1987.

BAUDRILLARD, J. A troca simbólica e a morte. São Paulo: Loyola, 1996.

BAUDRILLARD, J. O sistema dos objetos. São Paulo: Loyola, 2002.

BAUDRILLARD, J. Power inferno. Porto Alegre. Brasil: Meridional, 2005.

BAUDRILLARD, J. Da sedução. Campinas, SP: Papirus, 2008.

FIGUEIREDO, L. Bion em nove lições: lendo transformações. São Paulo: Escuta, 2011.

FREUD, S. Três ensaios sobre a teoria da sexualidade (1905). In: SALOMÃO, J. (Org.). Obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 2006. Edição Standard Brasileira, v. 7, p. 76-150.

GANE, M. Baudrillard: critical and fatal theory. Londres: Routledge, 1991.

GREEN, A. Orientações para uma Psicanálise Contemporânea. Rio de Janeiro: Imago, 2008.

HORROCKS, C.; JEVITIC, Z. Introducing Baudrillard. Victoria: McPherson, 1996.

KIERKEGAARD, S. Kierkegaard. São Paulo: Abril Cultural, 1979. Coleção Os Pensadores.

LAPLANCHE, J. Teoria da sedução generalizada e outros ensaios. Porto Alegre: Artes Médicas, 1988.

MARX, K. Capital: a critique of political economy. v. I, II, III. Disponível em: . Acesso em: 1 mar. 2016.

NIETZSCHE, F. Assim falou Zaratustra. In: LEBRUN, G. (Org.). Friedrich Nietzsche: obras incompletas. São Paulo: Nova Cultural, 1999. p. 209-249.

PICHON-RIVIÈRE, E. Teoria do vínculo. São Paulo: Martins Fontes, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: