Introdução: O estudo do sabor pela Geografia / Introduction: the study of flavor for geography

Lívia de Oliveira

Resumo


São inúmeras as dimensões que compreendem o estudo do sabor pela Geografia Humanista. Neste dossiê, fruto do Seminário Sabores Geográficos: Cultura - Imaginário - Paisagem, ocorrido em Rio Claro dia 08 de Junho de 2011, vamos tentar atribuir um sabor geográfico passando pelos filtros da cultura, da experiência e do imaginário.


Palavras-chave


cultura, imaginário, experiência, geografia do sabor, geografia humanista

Texto completo:

PDF

Referências


ALLENDE, Isabel. Afrodita. Barcelona. Plaza & Janés Editores, 1997, 323 p.

CÂMARA CASCUDO, Luisz da. História da Alimentação do Brasil. São Paulo: Global Edittora, 2009, p. 954.

FREEDMAN, Paul. (org.) A História do Sabor. São Paulo: SENAC, 2009, 368 p.

GRATÃO, Lúcia Helena B. Geografia e Geograficidade dos Sabores Sertanejos. Londrina: inédito, 2010 p. 27.

MARANDOLA Jr., Eduardo. Da existência e da experiência: Origens de um pensar em fazer. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, v. 15, n. 29, p. 49-67, 1º sem. 2005.

NEPOMUCENO, Rosa. O Brasil na rota das especiarias. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 2005, p. 174.

WRANGHAM, Richard. Pegando Fogo, porque cozinhar nos tornou humanos. Rio de Janeiro: Zahar, 2009, 226 p.




DOI: https://doi.org/10.22409/geograficidade2012.21.a12818

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Geograficidade

 

 

Logotipo do Crossref Licença Creative Commons

Todos os textos da revista Geograficidade, do Grupo de Pesquisa Geografia Cultural Humanista estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.