Sabor enquanto experiência geográfica: por uma geografia hedonista / Flavor as a geographical experience: for hedonist geography

Eduardo Marandola Jr.

Resumo


A experiência geográfica é um fenômeno completo, que envolve nossa relação com o mundo de maneira essencial. Ela se dá pelos sentidos, envolvendo intuição e razão, operadas pela percepção, sensação e razão. Os sentidos são mediadores deste contato da consciência com o mundo, mediando a própria experiência geográfica. Dentre estes, o gosto e o sabor são aqueles que historicamente foram relegados à categoria de hedonistas, sem a faculdade do conhecimento. As epistemologias contemporâneas, no entanto, promoveram aberturas nas quais o conhecimento também está no intuitivo e volitivo, reabilitando o sabor como órgão de conhecimento. O artigo explora esta abertura, refletindo sobre as implicações epistemológicas do estudo do sabor pela Geografia, considerando-o como sensação, sentido e conhecimento.

Palavras-chave


Percepção e Sentidos, Epistemologia da Geografia, Fenomenologia, Geografia Humanista

Texto completo:

PDF

Referências


ADAMS, Paul C.; HOELSCHER, Steven; TILL, Karen E. (eds.) Textures of place: exploring humanist geographies. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2001.

ARISTÓTELES. Da alma (de Anima). Lisboa: Edições 70, 2001.

AUSTIN, John L. Sentido e percepção. (trad. Armando M.M. Oliveira) São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BALCHIN, W. G. V. Graficacia. Geografia, Rio Claro, v.3, n.5, p.1-13, abr. 1978.

BRILLAT-SAVARIN. A fisiologia do gosto. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.

BUTTIMER, Anne; SEAMON, David (eds.). The human experience of space and place. New York: St. Matin’s Press, 1980.

CALVINO, Italo. Sob o sol-jaguar. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.

DARDEL, Eric. O homem e a terra: natureza da realidade geográfica. (trad. Werther Holzer) São Paulo: Perspectiva, 2011.

DEL RIO, Vicente; OLIVEIRA, Lívia. (Orgs.) Percepção ambiental: a experiência brasileira. São Paulo: Studio Nobel, 1996.

FERREIRA, Aurélio B.H.. Dicionário Aurélio Básico da Língua Portuguesa. São Paulo: Nova Fronteira, 1994.

GRATÃO, Lúcia H.; MARANDOLA JR., Eduardo. Sabor na, da e para a Geografia. Geosul, 2011. [aceito para publicação]

LEY, David; SAMUELS, Marwyn S. (eds.) Humanistic geography: prospects and problems. Chicago: Maaroufa Press, 1978.

MARANDOLA JR., Eduardo. Da existência e da experiência: origens de um pensar e de um fazer. Caderno de Geografia, v. 15, n. 24, p. 49-67, 2005.

MARANDOLA JR., Eduardo; GRATÃO, Lúcia H.B. (Orgs.) Geografia e literatura: ensaios sobre geograficidade, poética e imaginação. Londrina: Eduel, 2010.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. (trad. Reginaldo di Piero) Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1971.

MONTEIRO, Carlos A. de F. Interioridade-exterioridade no homem: reflexões sobre tendências atuais na Geografia e em seu possível papel na construção de um Novo Humanismo. Conferência proferida no 3º Simpósio Nacional sobre Espaço e Cultura, realizado pelo NEPEC, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, dia 24 de outubro de 2002. 54p. [inédito]

MONTEIRO, Maurício. A construção do gosto. São Paulo: Ateliê Editorial, 2008.

OLIVEIRA, Lívia de. Contribuição dos estudos cognitivos à percepção geográfica. Geografia, Rio Claro, v.2, n.3, p.61-72, abr. 1977.

______. Percepção da paisagem geográfica: Piaget, Gibson e Tuan. Geografia, Rio Claro, v.25, n.2, p.5-22, 2000.

ONFRAY, Michel. A razão gulosa: filosofia do gosto. (trad. Ana M. Scherer) Rio de Janeiro: Rocco, 1999.

ONIONS, C.T. (Ed.) Oxford Dictionary of English Etymology. Book Condition: Brand New, 1996.

RENTERÍA, Enrique R. O sabor moderno: da Europa ao Rio de Janeiro na República Velha. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

SAARINEN, Thomaz F. Perception of Environment. Washington: AAG, 1969. 37p. [Resource Paper n.5]

TORRINHA, Francisco. Dicionário latino português. Porto: Gráficos Reunidos, 1993.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e Lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: DIFEL, 1983.

WORD-ORIGINS. Disponível em . Acesso em 2011.




DOI: https://doi.org/10.22409/geograficidade2012.21.a12820

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Geograficidade

 

 

Logotipo do Crossref Licença Creative Commons

Todos os textos da revista Geograficidade, do Grupo de Pesquisa Geografia Cultural Humanista estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.