Sobre geopoéticas e a condição corpo-Terra / About geopoetics and the body-Earth condition

Fernanda Cristina De Paula

Resumo


Este trabalho lida com três reflexões relacionadas à Geopoética: a da geógrafa Lúcia Helena B. Gratão, que convida a uma forma geopoética de se fazer geografia; a de Eric Dardel, cuja reflexão sobre a relação Homem e Terra é exercida via poética; e a do filósofo José Luís Pardo, que propõe a Geopoética como forma de lidar com a Língua da Terra. Entre os três autores há pontos de convergência: a Geopoética se relaciona aos nossos encontros com a Terra, os quais, subitamente, nos causam vertigem, ou encanto, ou, ainda, sensações que dificilmente conseguimos exprimir. Mas, por que seria próprio da Geopoética o encanto, a vertigem, o inexprimível?Aqui, nos apoiando no fenomenólogo Maurice Merleau-Ponty, pensamos essa questão a partir do corpo, ponderando que todo acontecimento geopoético é tributário de nossa condição Corpo-Terra.


Palavras-chave


Geografia Humanista Cultural, Fenomenologia, Lúcia Helena B.Gratão, Eric Dardel, José Luís Pardo

Texto completo:

PDF

Referências


BACHELARD, Gaston. A poética do espaço (Trad. Antonio Danesi).

São Paulo: Martins Fontes, 1996.

CASEY, Edward S. Getting back into place: toward a renewed

understanding of the place-world studies in continental thought).

Indiana: Indiana University Press, 1993.

DALGALLO,PriscilaM.A ontologia da Geografia à luz da obra de arte:

o embate Terra-mundo em Out of Africa. Dissertação (Mestrado em

Geografia) Campinas: Instituto de Geociências/Universidade Estadual

de Campinas, 2015. 92p.

DARDEL, Eric. O homem e a terra: natureza da realidade geográfica.

(Trad.Werther Holzer). Perspectiva: São Paulo, 2011.

FUNDAÇÃO BIENAL DO MERCOSUL. 8ª Bienal do Mercosul: Ensaios

deGeopoéticas.PortoAlegre: Fundação Bienal do Mercosul, 2011. n.p.

[Press-Kit]

GRATÃO, Lúcia H. B. Da projeção onírica bachelardiana, os vislumbres

da geopética. In: OLIVEIRA, Lívia; FERREIRA, Yoshiya. N.; GRATÃO,

LúciaH.B. e MARANDOLAJR.,Eduardo.(Org.).Geografia, Percepção

e Cognição do Meio Ambiente. Londrina: Edições Humanidades,

165-190pp.

GRATÃO, Lúcia Helena B. A poética d’ “O Rio” – ARAGUAIA! De

Cheias... &... Vazantes... (À) Luz da Imaginação! 2002. 354p. tese

(Doutorado em Geografia) — Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências

Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

HOLZER,Werther.O Lugar naGeografiaHumanista. Território, Rio de

Janeiro, n. 7, p. 67-78, 1999.

MARANDOLA JR., Eduardo. Lugar enquanto circunstancialidade. In:

Eduardo Marandola Jr.; Werther Holzer; Lívia de Oliveira. (Org.). Qual

o espaço do lugar? Geografia, Epistemologia, Fenomenologia. São

Paulo: Perspectiva, 2012. p. 227-247.

MERLEAU-PONTY, Maurice. A natureza: curso do Collège de France.

(Trad.Alvaro Cabral). São Paulo: Martins Fontes, 2000. 448p.

______. Fenomenologia da Percepção. (Trad. Carlos Alberto Ribeiro

de Moura). São Paulo:WMF Martins Fontes, 2011. 662p.

______. O visível e o invisível. (Trad. José Arthur Gianotti; Armando

Moura d’Oliveira). São Paulo: Perspectiva, 2012. 271p.

______. A prosa do mundo. (Trad. Paulo Neves) São Paulo: Cosac

Naify, 2013. 187p.

NOGUERA,AnaPatricia.Cuerpo – Tierra.ElEnigma,ElHabitar,Lavida.

Potencias de un Pensamiento Ambiental en clave del Reencantamiento

del Mundo. Madrid: EditorialAcadémica Española, 2012.

______; MUÑOZ, Jaime Alberto P.. Cuerpo-Tierra: epojé, disolución

humano-naturaleza y nuevas geografias-sur. Geograficidade, Niterói,

v. 4, n. 1, p. 20-29,Verão de 2014.

PARDO, José Luís. Sobre los espacios pintar, escribir, pensar.

Barcelona: Ediciones del Serbal, 1991. 87p.

RELPH, Edward. Reflexões Sobre a Emergência, Aspectos e Essência

de Lugar. In: Qual o espaço do lugar? Geografia, Epistemologia,

Fenomenologia. São Paulo: Perspectiva, 2012. p.17-32.

TUAN, Yi-Fu. Space and place: humanistic perspective. In: BOARD,

C.; CHORLEY, R. J.; HAGGETT, P.; STODDART, D. R. (Ed.) Progress in

Geography. Londres: E.Arnold, 1974. p. 211-252.

WRIGHT, John. K. Terrae incognitae: o lugar da imaginação na

geografia. Geograficidade, v. 4, n.2 p. 4-18, Inverno de 2014.




DOI: https://doi.org/10.22409/geograficidade2015.50.a12928

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Geograficidade

 

 

Logotipo do Crossref Licença Creative Commons

Todos os textos da revista Geograficidade, do Grupo de Pesquisa Geografia Cultural Humanista estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.