Por uma geopoética urbana (arte, cidade e paisagem) / Toward a urban geopoetic (art, city and landscape)

Pierre Caprez

Resumo


A imagem da cidade, nascida outrora de uma consciência cósmica e simbólica, transformou-se na cidade-máquina devoradora da paisagem, denunciando nossa imagem de Mundo reduzindo a um sistema de coisas. Esta é uma herança da visão dicotômica sujeito/objeto da metafísica clássica e da ciência que criaram o dualismo entre progresso /natureza e hoje desafiada com o colapse do modelo insustentável da modernidade. No entanto, não somente a fenomenologia da imaginação criadora de Bachelard promoveu uma visão poética do espaço nas artes com novos regimes de fruição e visibilidade insuflando um sentido novo na imagem da cidade e do mundo, como também a noção de Ecúmeno de Augustin Berque, trazem hoje uma visão de mundo que conjuga a sensível, a concretude, o simbólico e a técnica, reconstruindo a tessitura sensível da cidade em sintonia com o poema do mundo. Essa seria o Oriente da arte hoje pela geopoética; fazer desabrochar os lugares da cidade restabelecendo suas conexões vivenciais, simbólicas e técnicas com a paisagem e a matriz cósmica em direção ao Devir, o da feliz-cidade.


Palavras-chave


Imaginação poética. Ecúmeno. Fenomenologia

Texto completo:

PDF

Referências


BACHELARD, Gaston. L’eau et les rêves. Essai sur l’ imagination de la matière. Paris: Librairie José Corti, 1942.

BACHELARD, Gaston. L’air et les songes. Essai sur l’imagination du mouvement. Paris: Librairie José Corti, 1943.

BACHELARD, Gaston. La terre et les rêveries de la volonté. Essai sur l’ imagination de la matière. Paris: Librairie José Corti, 1947.

BACHELARD, Gaston. La terre et les rêveries du repos. Essai sur les images de l’ intimité. Paris: Librairie José Corti, 1948.

BACHELARD, Gaston. La poétique de l’espace. Paris: Presses Universitaires de France, 1957.

BACHELARD, Gaston. La poétique de la rêverie. Paris: Presses Univesitaires de France, 1960.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. Primeira versão. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras escolhidas Volume I. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1994. p.165-221.

BERQUE, Augustin. Médiance de milieux em paysages. Paris: Belin, 2000.

BERQUE, Augustin. Écouméne, introduction á l’etude des milieux humains. Paris: Belin, 1987.

BERQUE, Augustin. L’habiter dans sa poétique premiére, actes du colloque de Cerisy-La-Salle. Paris: Donner Lieu, 2008.

BERQUE, Augustin. La poétique de l’habiter, donner lieu au monde, actes du colloque de Cerisy-La-Salle, Paris: Donner lieu, 2012.

BERQUE, Augustin. La poétique de la Terre. Paris: Belin, 2014.

DARDEL, Eric. L’homme et la terre, la nature de la réalité géografique. Paris: CTHS, 1990.

DARTIGUES, André. O que é fenomenologia. São Paulo: Centauros, 2008.

DURAND, Gilbert. As estruturas antropológicas do imaginário. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

DUFRENNE, Mikel. O Poético. Porto Alegre: Globo, 1969.

FREUD, Sigmund. A interpretação dos sonhos. Trad. Renato Zwick. Porto Alegre: L&PM, 2012.

HEIDEGGER, Martin. Remarques sur art, sculpture, espace. Lausanne: Payot, 2009.

HUSSERL. Edmund. A crise das ciências europeias e a fenomenologia transcendental: uma introdução à filosofia fenomenológica. Trad. Diogo Falcão Ferrer. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

HILLAIRE, Norbert. L’experience esthétique des lieux. Paris: L’Harmatan, 2008.

HOLZER, Werther; MARANDOLA JR., Eduardo; OLIVEIRA, Lívia (orgs.). Qual espaço do lugar. São Paulo: Perspectiva, 2012.

JUNG, C.G. A dinâmica do inconsciente. 3ª ed. Petrópolis: Vozes, 1998.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. Trad. Carlos Alberto R. de Moura. São Paulo:Martins Fontes, 1996.

PALLASMAA, Juhani. A Imagem Corporificada, Imaginação e Imaginário na Arquitetura. Porto Alegre: BOOKMAN, 2013.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 6ª ed. Rio de Janeiro: Record, 2001.

SCHAMA, Simon. Paisagem e Memória. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

WERTHEIM, Margareth. Uma história do espaço de Dante a internet. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.




DOI: https://doi.org/10.22409/geograficidade2017.72.a12980

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Geograficidade

 

 

Logotipo do Crossref Licença Creative Commons

Todos os textos da revista Geograficidade, do Grupo de Pesquisa Geografia Cultural Humanista estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.