Ponto Cego: experimentações narrativas em texto e imagem / Blind Spot: narrative experiments in text and image

Cleriston Boechat de Oliveira

Resumo


O artigo apresenta uma produção de narrativas poéticas composta por texto e imagem. O autor constrói histórias ficcionais que se misturam a experiências pessoais de seu corpo na cidade. Propõe uma fragmentação da narrativa ao combinar crônicas, contos, aforismos e imagens digitais num único texto fragmentado. Trata de modo poético a construção de um sujeito que se dá na coletividade, na sua interação com a cidade e com as tantas histórias que se cruzam e constituem o espaço. Ao utilizar imagens digitais produzidas com celular, propositadamente desfocadas e com baixa resolução, o autor busca questionar a construção da imagem digital. Problematiza a experiência do corpo na cidade em sua relação espaço-temporal com a memória e a fronteira entre documento, ficção e realidade.


Palavras-chave


Habitar. Cidade. Corpo. Sobremodernidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. Estética e sociologia da arte. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

CANEVACCI, Massimo. A cidade polifônica: ensaio sobre a antropologia da comunicação urbana. São Paulo: Studio Nobel, 2004.

EVANS, Walker; HAMBOURG, Maria Morris et al. Walker Evans. New York: The Metropolitan Museum of Art, 2000. Catálago de exposição.

LARROSA, Jorge. Tremores: escritos sobre a experiência. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

MASSEY, Doreen. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

QUEIROZ FILHO, A. C. A cidade e a fabricação do sensível na sobremodernidade. Mercator, Fortaleza, v.15, n.3, p. 7-17, jul./set., 2016.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: Editora 34, 2009.

RANCIÈRE, Jacques. O espectador emancipado. São Paulo: Martins Fontes, 2012.




DOI: https://doi.org/10.22409/geograficidade2019.90.a27432

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Geograficidade

 

 

Logotipo do Crossref Licença Creative Commons

Todos os textos da revista Geograficidade, do Grupo de Pesquisa Geografia Cultural Humanista estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.