"Se quiser eu te empresto, mas depois me devolve?" Considerações sobre cotidiano, posicionalidade e imaginações geográficas / “If you’d like, I’ll lend it to you, but give it back after?” Considerations of everyday life, positionality, and geographical imagination

Igor Robaina

Resumo


Por que pensar o cotidiano, a posicionalidade e a imaginação como potencialidades para o pensamento geográfico? Com base neste questionamento central, busca-se por meio deste ensaio e a tentativa de uma construção textual alternativa provocar algumas ideias acerca das relações sociais e a dimensão espacial.


Palavras-chave


Posicionalidade. Pensamento Geográfico. Experimentação.

Texto completo:

PDF

Referências


BACHELARD, Gaston. A terra e o devaneio da vontade: ensaio sobre a imaginação das forças. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

BACHELARD, Gaston. A terra e os devaneios do repouso: ensaios sobre as imagens da intimidade. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

BAILLY, A. Lo imaginário espacial y la geografía: en defensa de la geografia de las representaciones. Anales de Geografla de/a Universidad Complutensé de Madrid, Madrid, n. 9, p. 11-199, 1989.

BESSE, Jean-Marc. Ver a terra: seis ensaios obre a paisagem e a geografia. São Paulo: Perspectiva, 2014.

CLAVAL, Paul. A Geografia Cultural. Florianópolis: Editora UFSC, 1999.

CLAVAL, Paul. Terra dos homens: a geografia. São Paulo: Contexto, 2010.

CLAVAL, Paul. Epistemologia da Geografia. Florianópolis: Editora UFSC, 2011.

FARINELLI, Franco. A invenção da terra. Trad. Francisco Degani. São Paulo: Phoebus, 2013.

FARINELLI, Franco. A propósito de la imaginación geográfica: uma história breve y recursiva. In: LLADÓ, Bernat. Del Mapa al laberinto. Barcelona: Icaria Editorial, 2013.

GOMES, Paulo. A condição urbana: ensaios de geopolítica da cidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

GOMES, Paulo. O lugar do olhar: elementos para uma geografia da visibilidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013.

GOMES, Paulo. Quadros Geográficos: uma forma de ver, uma forma de pensar. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2017

GOMES, Paulo; BERDOULAY, Berdoulay. Imagens na geografia: importância da dimensão visual no pensamento geográfico. Cuadernos de Geografía: Revista Colombiana de Geografía, v. 27, n. 2, p. 356-371, 2018.

GREGORY, Derek. Geographical Imaginations. Cambridge: Blackwell Publisher, 1994

KATZ, C. Playing the field: questions of fieldwork in geography. Professional Geographer, v. 46, n. 1, p. 67-72, 1994.

LEFEBVRE, Henri. Critique of everyday life. London/New York: Verso, 1991.

LEFEBVRE, Henri. La vida cotidiana en el mundo moderno. Madrid: Alianza, 1980.

LINDÓN, Alícia. Los imaginarios urbanos y el constructivismo geográfico: los hologramas espaciales. Revista Eure, Santiago de Chile: Pontificia Universidad Católica de Chile, v. XXXIII, n. 99, p. 31-46, 2007.

LINDÓN, Alícia. La espacialidad de la vida cotidiana: hologramas socio-territoriales de la cotidianidad urbana. In: NOGUÉ, J.; ROMERO, J. (Org.). Las otras geografías. Valencia: Tirant lo Blanch, 2006. p. 425-445.

LOWENTHAL, David. Geografia, experiência e imaginação: em direção a uma epistemologia geográfica. In: CHRISTOFOLETTI, Antonio (Org.). Perspectivas da Geografia. São Paulo: Difel, 1982. p.103-141.

MASSEY, D. A mente Geográfica. Revista Geographia, v. 40, n. 18, p. 36-40, 2017.

MASSEY, D. Pelo Espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

ROBAINA, Igor. O trabalho de campo como um lugar em processo: experiências de uma pesquisa geográfica com a população em situação de rua numa grande metrópole. GEOUSP: Espaço E Tempo (Online), v. 22, n. 1, p. 241-256, 2018.

ROBAINA, Igor. Entre mobilidades e permanências: uma análise das espacialidades cotidianas da população em situação de rua na área central da cidade do Rio de Janeiro. Tese (Doutorado em Geografia). Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.

ROSE, Gillian. Situating knowledges: positionality, reflexivities and other tactics. Progress in Human Geography, v. 21, n 3, p. 305-320, 1997.

TUAN, Yu-Fu. Los Buenos hedarán la tierra. Revista de Geografía Espacio. v. 2, n. 1, p. 99-118, 2011.

WRIGHT, John K. Terrae incognitae: the place of the imagination in Geography. Annals of the Association of American Geographers, v. XXXVII, n. 1, p. 1-15, mar. 1947.




DOI: https://doi.org/10.22409/geograficidade2019.90.a27561

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Geograficidade

 

 

Logotipo do Crossref Licença Creative Commons

Todos os textos da revista Geograficidade, do Grupo de Pesquisa Geografia Cultural Humanista estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.