A metamorfose do conceito de região: leituras de Milton Santos

Thiago Macedo Alves de Brito

Resumo


A região em Milton Santos é concebida, em princípio, como funcional em relação ao modo de produção global, que dá sentido à sua realidade interna. Isso não significa que cada região não tenha suas particularidades. Pelo contrário, no desenvolvimento de sua obra, Milton Santos chega ao conceito de lugar, que abrange tanto um espaço de determinações externas quanto um espaço de solidariedade, de vivências internas. Região e lugar se identificam na cidade, onde há o encontro e o desencontro de múltiplos vetores da modernidade, no teatro das ações humanas. Desse modo, na cidade, Milton Santos se encontra com a dialética do global e do local, com a totalidade das relações socioespaciais construída no movimento que não omite a relevância das particularidades do lugar ou da região.


Palavras-chave


Milton Santos; região; lugar; cidade; espaço; totalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/GEOgraphia2008.v10i20.a13563

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Latindex Geodados Periódicos CAPES

GEOgraphia - Revista  do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense

Rua Gal. Milton Tavares, s/n, sala 508, Boa Viagem - Niterói - RJ,

CEP 24210-346

Periodiciodade Quadrimestral - ISSN 15177793 (impresso). Os conteúdos da Revista GEOgraphia estão licenciados em CC BY.