As duas opções metropolitanas das políticas de desenvolvimento territorial

Ludovic Halbert

Resumo


O artigo interroga as políticas de desenvolvimento territorial na era da metropolização. Em um momento em que o Estado se empenha em tirar proveito das suas aglomerações de primeiro escalão em uma economia mundializada e que as coletividades locais experimentam um fortalecimento de suas competências em matéria de desenvolvimento econômico, o presente artigo discute as modalidades efetivamente utilizadas de planejamento e desenvolvimento econômico, discernindo duas opções dificilmente conciliáveis. A primeira insiste na competição interterritorial exacerbada pela mundialização a fim de desenvolver políticas de atratividade que subordinam o desenvolvimento urbano à atração de agentes econômicos (investidores, empresas, famílias) elusivos, sob o risco de promover as desigualdades socioespaciais. O segundo coloca em primeiro plano uma engenharia territorial menos afeita às dinâmicas dos mercados imobiliários e visa a sustentar a ativação de recursos territoriais existentes, bem como sua inscrição em redes de longa distância.

Palavras-chave


Mundialização; Metropolização; Políticas de Desenvolvimento Territorial

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/GEOgraphia2016.v18i36.a13740

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Latindex Geodados Periódicos CAPES

GEOgraphia - Revista  do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense

Rua Gal. Milton Tavares, s/n, sala 508, Boa Viagem - Niterói - RJ,

CEP 24210-346

Periodiciodade Quadrimestral - ISSN 15177793 (impresso). Os conteúdos da Revista GEOgraphia estão licenciados em CC BY.