Metáfora, cognição e cultura

Ana Cristina Pelosi Silva de Macedo, Emilia Maria Peixoto Farias, Paula Lenz Costa Lima

Resumo


Neste artigo discutimos como as questões acerca do porquê usamos certas expressões convencionais podem ser respondidas a partir de um modelo de mente corpórea, cuja estrutura é moldada pela experiência do homem com seu próprio corpo e o mundo físico e cultural em que vive.


Palavras-chave


Metáfora conceitual. Linguís¬tica cognitiva. Cognição. Cultura

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/gragoata.v14i26.33123

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


A Gragoatá é uma revista dos Programas de Pós-graduação em Letras da UFF:

Ir para Pós Estudos de Linguagem Ir para Pós Estudos de Literatura


ISSN (impresso) 1413-9073 - de 1996 a 2013
ISSN (online) 2358-4114 - de 2014 em diante


A Gragoatá está indexada nas seguintes bases:

Portal de Periódicos da UFF

Latindex Porbase Google Acadêmico Diadorim Periódicos Capes EZB DOAJ Sumários.Org ErihPlus


Licença Creative Commons
A Gragoatá utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.