A conscientização linguística e a didática do multilinguismo em contextos de contato português-Hunsrückisch

Karen Pupp Spinassé, Maria Lidiani Käfer

Resumo


O Hunsrückisch é uma das línguas de imigração de maior abrangência no Brasil, já tendo sido co-oficializada em dois municípios brasileiros (Antônio Carlos, em Santa Catarina, e Santa Maria do Herval, no Rio Grande do Sul). De forma geral, portanto, algumas ações no âmbito das políticas linguísticas e dos direitos linguísticos vêm sendo tomadas, a fim de que a diversidade linguística e cultural das regiões de contato com o Hunsrückisch seja respeitada. Dentre essas ações estão alguns projetos de pesquisa que se ocupam de investigar tanto as práticas de linguagem quanto as atitudes linguísticas presentes nas regiões, buscando colaborar na manutenção da língua e da identidade deixadas de herança pelos antepassados. Nesse sentido, o presente artigo traz alguns resultados de uma pesquisa-ação realizada em duas escolas de diferentes comunidades de fala de Hunsrückisch, que teve como objetivo utilizar a conscientização linguística para despertar a sensibilidade e o respeito a diferentes variedades. O objetivo da pesquisa foi apontar caminhos que contribuam para o desenvolvimento de atitudes positivas do aprendiz diante da diversidade linguística em que se encontra (incluindo, neste caso, as línguas minoritárias), pensando os fundamentos para uma Didática do Multilinguismo que se permita partir das línguas e culturas locais para alcançar o aprendizado de outras línguas que venham a despertar o interesse.

---

DOI: http://dx.doi.org/10.22409/gragoata.2017n42a898


Palavras-chave


Conscientização Linguística. Hunsrückisch. Políticas Linguísticas. Didática do Multilinguismo. Atitudes Linguísticas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/gragoata.v22i42.33478

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


A Gragoatá é uma revista dos Programas de Pós-graduação em Letras da UFF:

Ir para Pós Estudos de Linguagem Ir para Pós Estudos de Literatura


ISSN (impresso) 1413-9073 - de 1996 a 2013
ISSN (online) 2358-4114 - de 2014 em diante


A Gragoatá está indexada nas seguintes bases:

Portal de Periódicos da UFF

Latindex Porbase Google Acadêmico Diadorim Periódicos Capes EZB DOAJ Sumários.Org ErihPlus


Licença Creative Commons
A Gragoatá utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.