UM CONTO DE DUAS CIDADES: ENSAIO SOBRE A MOBILIZAÇÃO PARA A GUERRA NA ATENAS CLÁSSICA E NA PARIS DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

Guilherme Moerbeck

Resumo


Este ensaio definitvamente é um pastiche, envolve reflexões cruzadas que tive durante o mestrado, doutorado e por ocasião de um convite para uma mesa redonda no Museu Naval do Rio de Janeiro, que concernia aos cem anos da Primeira Guerra Mundial. Na primeira parte, discutirei aspectos gerais sobre os combates bélicos, com ênfase nos processos de identifcação étnica e como esse elemento se constitui como catalizador para as formas de mobilização para a guerra. Na segunda parte, focarei os problemas relativos à apropriação, no mundo contemporâneo, de uma ideologia heroica antiga acerca da guerra que foi expressa, sobretudo, em certos círculos alemães nos anos que antecederam a Primeira Guerra Mundial; foi o que chamei de latência do heroico. Na terceira parte, estabeleço aproximações entre a guerra e as estratégias de identificação, que utlizam o elemento étnico como fomentador da alteridade.


Palavras-chave


Guerra; Identidade; Grécia Clássica; Primeira Guerra Mundial; Arte; Tragédia Grega.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rh.v2i3.10972

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Guilherme Moerbeck

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

  • INDEXADORES

AWOL - The Ancient World Online

Diadorim

Google Scholar

Latindex

 

  • INSTITUCIONAL

 

NEREIDA - Núcleo de Estudos de Representações e de Imagens da Antiguidade
Campus do Gragoatá - Rua Prof. Marcos Waldemar de Freitas Reis, Bloco O, sala 507
24210-201 - Niterói - RJ
nereida@vm.uff.br