MITO, REPRESENTAÇÕES E GÊNERO EM MEDEIA DE EURÍPIDES

Brian Gordon Lutalo Kibuuka

Resumo


O objetivo desse artigo é observar os aspectos representacionais do mito de Medeia na tragédia homônima de Eurípides. Pretende-se entender não apenas as variáveis dessa representação do mito no tragediógrafo ateniense, mas como o autor imprime em sua protagonista aspectos das identidades fluidas de gênero características das possibilidades de atuação social das mulheres da Atenas Clássica.


Palavras-chave


Mito, Representações, Gênero, Medeia, Eurípides

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rh.v4i1.13276

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Brian Gordon Lutalo Kibuuka

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

  • INDEXADORES

AWOL - The Ancient World Online

Diadorim

Google Scholar

Latindex

 

  • INSTITUCIONAL

 

NEREIDA - Núcleo de Estudos de Representações e de Imagens da Antiguidade
Campus do Gragoatá - Rua Prof. Marcos Waldemar de Freitas Reis, Bloco O, sala 507
24210-201 - Niterói - RJ
nereida@vm.uff.br