“UMA DÁDIVA DO NILO”: ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE O ESPAÇO ABSOLUTO — DE HENRI LEFEBVRE — NO ANTIGO EGITO

Keidy Narelly Costa Matias

Resumo


Neste trabalho realizaremos algumas reflexões sobre o conceito de espaço absoluto — pensado para as sociedades antigas —, como parte integrante do espaço social desenvolvido pelo filósofo francês Henri Lefebvre, de modo a pensarmos como sua aplicação pode ser realizada no Antigo Egito. Para isto, discutiremos alguns elementos que nos permitem caracterizar o Egito como uma dádiva do Nilo, haja vista ser a relação entre os humanos e a natureza uma das formas de produção do espaço. Assim sendo, na medida em que praticamente tudo o que concebiam os egípcios, o mundo dos mortos incluso, era advindo da prática social que tinham com a natureza, acreditamos que a conceituação de Lefebvre se adéqua àquela profícua sociedade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rh.v4i2.27291

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Keidy Narelly Costa Matias

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

  • INDEXADORES

AWOL - The Ancient World Online

Diadorim

Google Scholar

Latindex

 

  • INSTITUCIONAL

 

NEREIDA - Núcleo de Estudos de Representações e de Imagens da Antiguidade
Campus do Gragoatá - Rua Prof. Marcos Waldemar de Freitas Reis, Bloco O, sala 507
24210-201 - Niterói - RJ
nereida@vm.uff.br