CULTURA MATERIAL E IMAGEM: UM ESTUDO DA ICONOGRAFIA DAS ÂNFORAS PANATENAICAS

Camilla Miranda Martins

Resumo


O objetivo principal deste artigo é de refletir sobre os signifcados e as funções das imagens na sociedade, isso a partir da iconografa de uma seleção de ânforas panatenaicas do Museu Britânico e do Museu do Louvre. Para tanto, realiza-se o diálogo entre as disciplinas de história, arqueologia e estudos visuais; relaciona-se a cultura material portadora de imagens com o conceito de cultura visual; e adota-se, como ponto de vista, a perspectiva histórica interpretativa. Assim, entendem-se as ânforas como objetos únicos, cujas imagens podem ser um lugar de memória dos jogos panatenaicos, da cidade de Atenas e do culto à deusa Atena.


Palavras-chave


História Antiga; Iconografa; Ânforas Panatenaicas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rh.v4i3.28044

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Camilla Miranda Martins

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

  • INDEXADORES

AWOL - The Ancient World Online

Diadorim

Google Scholar

Latindex

 

  • INSTITUCIONAL

 

NEREIDA - Núcleo de Estudos de Representações e de Imagens da Antiguidade
Campus do Gragoatá - Rua Prof. Marcos Waldemar de Freitas Reis, Bloco O, sala 507
24210-201 - Niterói - RJ
nereida@vm.uff.br