ENTRE ISLAMISTAS E MILITARES: O PAPEL DA INCERTEZA NO 15 DE JULHO DE 2016, NA TURQUIA

Tiago de Melo

Resumo


Resumo: A presente análise objetiva compreender o motivo que levou a participação popular turca, em defesa do governo de Erdogan, em julho de 2016. A estrutura do artigo divide-se em duas seções: primeiramente, realiza-se uma breve revisão bibliográfica da matriz teórica formulada por Anthony Downs em Uma Teoria Econômica da Democracia, de modo a se compreender como o fator da incerteza no meio político influi nos mecanismos de atuação dos agentes; posteriormente, a segunda debruça-se de forma direta sobre o objeto. Realizando-se primeiramente uma análise do processo e dos princípios que norteiam a formação da Turquia moderna, bem como o proeminente papel das forças armadas em seu panorama político. Em seguida, é apresentada a trajetória de Erdogan e do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), desembocando nos acontecimentos de 2016. A hipótese do trabalho apresenta a ideia de que: frente a um cenário de incerteza – em função do golpe e a possibilidade do regime de Erdogan – a população turca optou por se posicionar ao lado de um partido que apresentava ações confiáveis e responsáveis, em relação a seus interesses.

 

Palavras-Chave: Erdogan; Turquia; 15 de Julho; Incerteza; AKP; Golpe de Estado.

 

Abstract: The present analysis aims to understand why the Turkish population went on in defense of Erdogan's government on the 2016 coup attempt. The structure of the article is divided into two sections: first, a brief bibliographical review of the theoretical concepts formulated by Anthony Downs in An Economic Theory of Democracy, in order to understand how the uncertainty in the political environment influences perception and mechanisms of action of the agents; later, the second section deals directly with the object. First, by making an analysis of the modern Turkey guiding principles and the central role of the military in its political landscape. Then an overview on the trajectory of Erdogan and the AKP party is presented. The hypothesis of the paper presents the idea that: faced with a scenario of uncertainty - due to the coup scenario - the Turkish population took the side of a party that presented reliable and responsible actions in the past, according to their interests.

 

Keywords: Erdogan; Turkey; July 15; Uncertainty; Coup.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.0000/hoplos.v2i3.28236

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Hoplos



 

Realização:

                            

 

 

Indexadores: