A PROBLEMATIZAÇÃO DA DIFERENÇA NAS RI: AS DIMENSÕES DE RAÇA, GÊNERO E COLONIALIDADE COMO CHAVE PARA PENSAR ALÉM DO “INTERNACIONAL”

Luma Lessa

Resumo


Resumo: Este artigo coloca em evidência as implicações práticas das categorias analíticas produzidas pela disciplina das RI. Essa discussão busca repolitizar o debate e trazer à tona as consequências éticas das teorias predominantes no campo das RI. Pensar o processo de teorização das Relações Internacionais como disciplina sob o viés do internacional acarreta pensar a política mundial de modo estadocêntrico. O argumento desenvolvido é o de que o internacional replica a opressão e marginalização das diferenças raciais, coloniais, de classe, de gênero e sexualidade ao não conseguir lidar de modo reflexivo com a diferença. Assim, através de um engajamento crítico, colocam-se em evidência as relações de poder imbricadas em lógicas racista, misóginas, heteronormativas e neocoloniais que permeam a construção do conhecimento sobre as RI nos moldes de correntes tradicionais. Desse modo, retoma-se um panorama de abordagens reflexivas que ressaltam a ambivalência, contingência e complexidade da política mundial para além do internacional.

 

Palavras-chave: Internacional; Diferença; Gênero; Raça, Colonialidade.

 

Abstract: This article highlights the practical implications of the analytical categories produced by the IR discipline. This discussion seeks to repolitize the debate and to bring forward the ethical consequences of the predominant theories in the field. Thinking about the theorizing process of International Relations under the international bias entails thinking about world politics in a state-centered way. The argument developed is that the international replies to the oppression and marginalization of racial, colonial, class, gender and sexuality differences by not being able to deal reflexively with difference. Thus, through critical engagement, this article seeks to highlight the power relations embedded in racist, misogynistic, heteronormative and neocolonial logics that permeate the construction of knowledge about IR in the molds of traditional currents. Therefore, I engage with a panorama of reflexive approaches that highlight the ambivalence, contingency and complexity of world politics beyond the international.

Keywords: International; Difference; Gender; Race; Coloniality.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.0000/hoplos.v2i3.28239

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Hoplos



 

Realização:

                            

 

 

Indexadores: