A construção da notícia e o telejornalismo apócrifo: uma investigação sobre a agenda dos acontecimentos

Ana Paula Goulart de Andrade, Sandro Torres de Azevedo

Resumo


Cada vez mais, as imagens de vídeos amadores e de câmeras de vigilância têm comparecido na narrativa telejornalística como elementos de construção da notícia. Assim, esse trabalho se propõe a investigar a questão do agendamento dos acontecimentos que, por hipótese, são pontuados pelas imagens produzidas por agentes exteriores à empresa jornalística – e que temos conceituado como “telejornalismo apócrifo”. Numa perspectiva ensaística, a pesquisa aponta para novos aspectos da comunicação jornalística diante da popularização dos dispositivos digitais e, essencialmente, do fazer jornalístico no contexto da cultura contemporânea marcada pelas novas tecnologias interativas de informação e comunicação

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, Lidiane Ramirez de. (Tele)jornalismo participativo: novos olhares sobre a notícia de TV. In: Anais do XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. São Paulo: Intercom, 2009.

ANDRADE, Ana Paula Goulart de. Telejornalismo apócrifo: imagens de câmeras de vigilância e vídeos amadores na construção da narrativa telejornalística. In: Anais do XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. São Paulo: Intercom, 2010.

ANDRADE, Ana Paula Goulart de & AZEVEDO, Sandro Tôrres. Imagens cedidas e a narrativa jornalística na TV: o telejornalismo apócrifo e a dupla performance. In: Anais do VIII Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. São Luís: CD-Rom, 2010.

BERGER, Peter: LUCKMANN, Thomas. A construção social da realidade. Petrópolis: Vozes, 2003.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. 24. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

HABERMAS, Jurgen. Direito e democracia entre facticidade e validade. Vol. 1. São Paulo: Tempo Brasileiro, 1997.

HALL, Stuart et al. A produção social das notícias. In: TRAQUINA, Nelson. Jornalis-mo: questões, teorias e "estórias". Lisboa: Vega Editoria, 1999.

MOLOTCH, Harvey; LESTER, Marilyn. As noticias como procedimento intencional. In: TRAQUINA, Nelson. Jornalismo: questões, teorias e "estórias". Lisboa: Vega Edi-toria, 1999.

ORWELL, George. 1984. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1998.

PARTENOSTRO, Vera Íris. O texto na TV: manual de telejornalismo. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

RÜDIGER, Francisco. As teorias da cibercultura: perspectivas, questões e autores. Por-to Alegre: Sulina, 2011.

SANTAELLA, Lucia. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura. 2.ed. São Paulo: Paulus, 2004.

SERRANO, Estrela. Jornalismo e elites do poder. In: Ciberlegenda – Revista do Pro-grama de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense, nº 12, 2003.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do jornalismo. Florianópolis: Insular, 2004.

TUCHMAN, Gaye. A objetividade como ritual estratégico. In: TRAQUINA, Nelson. Jornalismo: questões, teorias e “estórias”. Lisboa: Veja Editoria, 1999.

VIZEU, Alfredo; SIQUEIRA, Fabiana & ROCHA, Heitor. Telejornalismo: da audiên-cia presumida aos co-produtores da notícia. In: Anais do XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. São Paulo: Intercom, 2010.

WOLF, Mauro. O newsmaking: critérios de importância. In: Teorias da comunicação. Lisboa: Presença, 2003.




DOI: https://doi.org/10.22409/ppgmc.v1i1.9673

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano - PPGMC (UFF)

Endereço: Rua Tiradentes, nº 148 - Ingá - Niterói - Rio de Janeiro - CEP 24.210-510

Site: http://www.ppgmidiaecotidiano.uff.br

Telefone/Fax: (21) 2629-9684/ (21) 2629-9681