El Terminal de Pasajeros de Maracaibo: Personagem e Cultura Popular no Documentario Contemporaneo Venezuelano

Alessandro Gamo, Daniel Maggi

Resumo


Este artigo se debruça sobre um dos paradigmas mais importantes da cinematografia documentária venezuelana dos últimos 16 anos: seu foco em personagens oriundos das classes populares, muitos deles marginalizados, e nas formas culturais que lhes são próprias. Para tal fim, analisamos o longa-metragem El terminal de pasajeros de Maracaibo (Yanilú Ojeda, 2006-2008), título que apresenta uma polifonia de personagens humildes e anônimos que fazem vida no terminal rodoviário da segunda cidade mais populosa da Venezuela. A análise foca a construção da narrativa do filme, aprofundando em aspectos como personagens, performance e características axiográficas da linguagem de câmera.


Palavras-chave


cinema documentário venezuelano; cultura popular; narrativa cinematográfica (documentário); estética cinematográfica (documentário); Maracaibo.

Texto completo:

PDF

Referências


CARREÑO, Víctor. Terminales, pasajeros y resignificación de los lugares en Maracaibo: el cine documental de Yanilú Ojeda. Anales del IAA, Buenos Aires, n° 42, p. 203-222, jun. 2012. Disponível em: < http://www.iaa.fadu.uba.ar/ojs/index.php/anales/article/view/89>. Acesso em: dez. 2013.

HURTADO, Samuel. Matrisocialidad.Caracas: EBUC-FACES, 1998, 340p.

MAGGI B., Daniel: De la denuncia a la celebración: los cambios en la representación del barrio y sus habitantes en el documental venezolano de la década de 1970. Cine Documental, Buenos Aires, n° 12, p. 113-141, 2015. Disponível em: < http://www.cinedocumental.com.ar/revista/pdf/12/12-Art5.pdf>. Acesso em: jun. 2015.

MIRANDA, Julio: Palabras sobre imágenes: 30 años de cine venezolano. 1ª Ed. Caracas: Monte Ávila Editores Latinoamericana, 1994.

______: Treinta Años de Cine Documental. In: HERNÁNDEZ, T (coord.): Panorama Histórico del Cine en Venezuela 1896-1993. I ed.; Caracas: Fundación Cinemateca Nacional, p. 91-103, 1997.

NICHOLS, Bill. La Representación da Realidad. Cuestiones y conceptos sobre el documental. Barcelona: Paidós Ibérica S.A, 1997.

______. Introdução ao documentário. 5a Ed. Campinas: Papirus, 2010.

RAMOS, Fernão Pessoa. Mas afinal... O que é mesmo documentário? São Paulo: Editora Senac, 2008.

RUFFINELLI, Jorge. América Latina em 130 documentales. Chile: Uqbar, 2012.

WAUGH, Vincent. Acting to Play Oneself: Performance on Documentary. In: The Right to Play Oneself: Looking Back on Documentary Film. Minneapolis: University of Minnesota, 2011, p. 71-92.




DOI: https://doi.org/10.22409/ppgmc.v9i9.9786

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano - PPGMC (UFF)

Endereço: Rua Tiradentes, nº 148 - Ingá - Niterói - Rio de Janeiro - CEP 24.210-510

Site: http://www.ppgmidiaecotidiano.uff.br

Telefone/Fax: (21) 2629-9684/ (21) 2629-9681