IDENTIDADE, HISTÓRIA E IMAGEM NO PROCESSO DE CRIAÇÃO DA MARCA DO CONJUNTO PALMEIRAS DURANTE A COPA DO MUNDO FIFA 2014

Silvia Helena Belmino, Emylianny Brasil da Silva, Luminita Mandache

Resumo


A motivação deste estudo foi compreender o uso de estratégias de comunicação e marketing de lugar (KOTLER et al, 2006), pela comunidade periférica do Conjunto Palmeiras, bairro com o pior IDH e apontado nas pesquisas do estado como o mais violento da cidade de Fortaleza. Neste artigo apresentamos uma das oficinas com jovens adolescentes sobre a criação de uma identidade visual para complementar a inserção do bairro na Copa do Mundo FIFA 2014. Utilizou-se como método neste trabalho a pesquisa-ação (Tripp, 2005), com objetivo de refletir sobre a prática das atividades realizadas pelo grupo. Concluiu-se que ao representar-se por meio da criação de uma marca, o bairro é direto e repetitivo nas fórmulas e busca ser visto como um local de valores distantes da imagem comumente atrelados ao lugar.

Palavras-chave


Marca; Conjunto Palmeiras; Pesquisa-ação; Consumo.

Texto completo:

PDF

Referências


AAKER. David. Construindo marcas fortes. São Paulo. Bookman. 2007.344p.

ALVAREZ, Sonia. Beyond NGO-ization? Reflections from Latin America. Development, v. 52, n.2, pp. 175-184, 2009.

ALVAREZ, Robert. The price of Glory: a socio-economic analysis of the 2014 FIFA World Cup in Fortaleza, Tesis de Maestrado, Department of Latin American Studies, University of Arizona, 2016.

ALVES, Pedro. Não vai ter Copa: protestos em Fortaleza já têm 152 mil convidados, a 9 dias do mundial. Disponivel em:

Available at: http://tribunadoceara.uol.com.br/noticias/politica/nao-vai-ter-copa-protestos-em-fortaleza-ja-tem-152-mil-convidados-9-dias-mundial/. Acesso em 18 dezembro 2015.

BAUDRILLARD, Jean. A Sociedade de consumo. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Elfos; Lisboa: Edições 70, 2007. 213p.

BAUMAN,Zygmunt. Vida para o consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008. 199p.

BELMINO Freitas, Silvia Helena, BRASIL da Silva, Emylianny, CENDI Vale de Carvalho, Alissa. Cidade- sede da Alegria: A Fortaleza da Copa do Mundo nas Paginas do Jornalismo Local. Revista Eptic, v. 18, n.1, pp. 100-118, 2016.

CANCLINI, Nestor Garcia. Consumidores e cidadãos. 3a ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2008.

DAMATTA, Roberto. O que faz o brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco. 1986.126p.

DALTON, George. Primitive Mone., In DALTON, George (ed.). Tribal and Peasant Economies. Readings in Economic Anthropology. New York: The Natural History Press, 1967.

DAMO, Arlei Sander . O desejo, o direito, o dever - A trama que trouxe a Copa no Brasil. Tema Polemicos, pp. 41-81, 2012.

FORTUNA, Vania Oliveira. Cidade e Megaeventos. Espectaculo midiatico, explosao de sentidos. In: VI CONGRESO DOS ESTUDANTES DE POS-GRADUACAO EM COMUNICACAO. Rio de Janeiro, pág. 1-15, 2006.

FREITAS, Ricardo Ferreira, LINS, Flavio & CARMO DOS ANTOS, Maria Helena. Megaventos: motores de transformacao social. In: ASSOCIACAO NACIONAL DE PROGRAMAS EM POS-GRADUACAO EM COMUNICACAO, Universidade Nacional do Para pág. 1-17, 2006.

GUEDES, Simoni Lahud. "O Brasil nas Copas do Mundo: tempo "suspenso" e historia". In: REUNIAO BRASILEIRA DE ANTROPOLOGIA, Gramado, 2002.

HOLCHESTETLER, Kathryn. Democratizing Pressure from Below? Social Movements in the New Brazilian Democracy. In KINGSTONE, Peter & POWER, Thimoty (eds.). Democratic Brazil: Actors, Institutions and Processes, Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 2000.

IBGE [Online] Available at: ftp://ftp.ibge.gov.br/Estimativas_de_Populacao/Estimativas_2015/estimativa_dou_2015_20150915.pdf [Acesso em 11 Junho 2016]

IPCE [Online] Available at: http://www.ipece.ce.gov.br/apenas-7-da-populacao-de-fortaleza-concentram-26 [Acesso em 11 Junho 2016].

KOTLER, P.; GERTNER, D.; REIN, I; HAIDER, D. H., Marketing de Lugares: como conquistar crescimento de longo prazo na América Latina e no Caribe. São Paulo: Prentice Hall 2006.

KOTLER, Philip e KELLER, Kevin Lane. Administração de marketing. Trad.: Mônica Rosemberg, Claudio Freire e Brasil Ramos Fernandes. São Paulo: Pearson, 2006.

KRIPPENDORF, Jost. Sociologia do turismo: para uma nova compreensão do lazer e das imagens. Sao Paulo: Aleph, 2001.

LIPOVETSKY, Gilles. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007. 402 p.

MELO, Joaquim. Viva a Favela:os pobres assumem seu próprio destino. Sao Paulo: Ideia e Letras, 2014.

MELUCCI, Alberto. New Social Movements: a Theoretical Approach, Theory and Methods, v. 19, n. 2, pp. 199-226, 1980.

PALEY, Julia. Marketing Democracy: Power and Social Movements in Post-Dictatorship Chile. Berkeley: University of California Press, 1999.

PARRY, Jonathan, BLOCH, Maurice (eds.). Money and the morality of exchange. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

PELRMAN, Janice. The myth of marginality. Urban poverty and politics in Rio de Janeiro. Berkeley: University of California Press, 1976.

PERRY, Kaisha-Khan. Black Women against the Land Grab. The Fight for Racial Justice in Brazil. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2014.

RIOS. Kênia Sousa. Campos de Concentração no Ceará: isolamento e poder na seca de 1932. Fortaleza: Museu do Ceará/Secretaria da Cultura do Ceará, 2006.112p.

SÁNCHEZ, Fernanda. A reinvenção das cidades para um mercado mundial. 2. ed. Chapecó, SC: Argos, 2010. 555 p.

SERPA, Angelo. Lugar e Mídia. São Paulo: Contexto: 2011. 184p.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 443-466, set./dez. 2005.




DOI: https://doi.org/10.22409/ppgmc.v11i1.9811

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano - PPGMC (UFF)

Endereço: Rua Tiradentes, nº 148 - Ingá - Niterói - Rio de Janeiro - CEP 24.210-510

Site: http://www.ppgmidiaecotidiano.uff.br

Telefone/Fax: (21) 2629-9684/ (21) 2629-9681