DIREITOS HUMANOS E COTIDIANO: uma visada empírica

José Ricardo Cunha

Resumo


O artigo tem como referência os conceitos de redistribuição e reconhecimentos, decisivos no debate da filosofia moral e filosofia políticas contemporâneas. A partir desses conceitos analisa a maneira como a população da cidade do Rio de Janeiro respondeu certas perguntas sobre questões do cotidiano que fizeram parte da pesquisa empírica realizada pelo Grupo de Pesquisa Direitos Humanos, Poder Judiciário e Sociedade, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Direito da UERJ.

Palavras-chave


direitos humanos – cotidiano – redistribuição – reconhecimento – população do Rio de Janeiro

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEM, Giorgio. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua I. Belo Horizonte: EdUFMG, 2004.

BOROWSKI, Martin. La estructura de los derechos fundamentales. Bogotá: Universidad Externado de Colombia, 2003.

COMPARATO, Fábio Konder. A Afirmação Histórica dos Direitos Humanos. São Paulo: Saraiva, 2007.

FRASER, Nancy. HONNETH, Axel. Redistribution or Recognition? A Political-Philosophical Exchange. New York: Verso, 2003.

FRASER, Nancy. Social Justice in the Age of Identity Politics: Redistribution, Recognition, and Participation”. London: Essex University, 1999.

HONNETH, Axel. Luta por reconhecimento: a gramática moral dos conflitos sociais. São Paulo: Ed. 34, 2003.




DOI: https://doi.org/10.22409/ppgmc.v11i1.9818

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano - PPGMC (UFF)

Endereço: Rua Tiradentes, nº 148 - Ingá - Niterói - Rio de Janeiro - CEP 24.210-510

Site: http://www.ppgmidiaecotidiano.uff.br

Telefone/Fax: (21) 2629-9684/ (21) 2629-9681