Ibope e os desafios competitivos

Yákara Vasconcelos Pereira Leite, Walter Fernando Araújo de Moraes, André Gustavo Carvalho Machado

Resumo


Este caso de ensino tem por objetivo conduzir o leitor para o papel de dirigente, e assim, com base na literatura de administração estratégica e/ou negócios internacionais, refletir sobre a realidade vivenciada pelo IBOPE e decidir sobre ações estratégicas para a empresa. Após anos de monopólio no Brasil, chega ao país a GfK em abril de 2015, uma corporação alemã que entra munida de tecnologia arrojada, experiência e contratos firmados com as principais emissoras nacionais de canal aberto. Devido às características do mercado, dificilmente é possível dividir de forma harmônica o market share com duas grandes corporações. Diante desse cenário, os gestores do IBOPE possuem desafios que precisam ser enfrentados, quais sejam: como manter a empresa brasileira líder de mercado no seu país de origem? Quais estratégias empresariais poderão contribuir no enfrentamento do rival alemão? O caso pode ser utilizado tanto no nível de graduação como de pós-graduação, posterior ou concomitante aos conceitos básicos de Administração Estratégica ou Internacionalização de Empresas. Recomenda-se o uso, especialmente em sessões que estratégias internacionais, competição, estratégias corporativas, vantagem competitiva e modos de entrada estejam sendo discutidos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12712/rpca.v11i3.670

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1982-2596

Avaliação Qualis 2015 - B2 - Na área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo.