A INCLUSÃO DOS ALUNOS SURDOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE CAMPOS DOS GOYTACAZES

Tereza Cristina Roza Pereira Monteiro

Resumo


THE INCLUSION OF DEAF STUDENTS IN CAMPOS DOS GOYTACAZES’S
MUNICIPAL SCHOOLS


LA INCLUSIÓN DE LOS ALUMNOS SURDOS EN LA EDUCACIÓN BÁSICA
DE LAS ESCUELAS MUNICIPALES DE CAMPOS DE LOS GOYTACAZES


Palavras-chave


Surdos, Libras, inclusão, educação básica.

Texto completo:

PDF

Referências


BAGALHO, M. F.; FRANÇA, D. M. V. R. (Org). Surdez, Escola e Sociedade: reflexões sobre Fonoaudiologia e Educação. Rio de Janeiro: Editora Wak, 2015.

BRASIL. Lei nº 12.303/10 de 2 de agosto de 2010. Dispõe sobre a obrigatoriedade de realização do exame denominado Emissões Otoacústicas Evocadas, 2010. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/ano2004/2006/2005decreto/d5626.htm, acesso 03/12/2107.

BRASIL. Decreto nº 5626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras), e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Brasília, 2005.

BUENO, J. G. S. Surdez, linguagem e cultura. Cad. CEDES, Campinas, v. 19, n. 46, Set. 1998.

COSTA, M. P. R. Orientações para ensinar o deficiente auditivo a se comunicar. Revista Brasileira de Educação Especial, Piracicaba, v.1, n.2, p.53-62, 1994.

FERNANDES, S. Educação Bilíngue para Surdos: o contexto brasileiro. In: I Seminário sobre Inclusão no Ensino Superior: trajetória do estudante surdo, UEL, 2008.

FERREIRA, L. Legislação e a Língua Brasileira de Sinais São Paulo: Ferreira & Bergoncci consultoria e publicações, 2003.

GESSER, A. Libras? Que língua é essa? Crenças e preconceitos em torno da língua de sinais e da realidade surda. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

QUADROS, R. M. Educação de surdos: a aquisição da linguagem. Porto Alegre: Arte Médicas. 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Tereza Cristina Roza Pereira Monteiro