Corpo, ação e imagem: consolidação da performance como questão

Viviane Matesco

Resumo


O artigo analisa as relações entre corpo em ação e imagem, objetivando
refletir sobre o processo de consolidação da performance. O estatuto de objetos que permanecem depois de uma ação, assim como suas imagens impõem mecanismos comerciais e institucionais do sistema de arte que distanciam a performance atual das manifestações artísticas dos anos 1960 e 1970. A noção de corpo literal, a temporalidade da ação e o papel da imagem via vídeo ou fotografia são os elementos investigados nesse processo. A intersecção desses aspectos questiona o efêmero e o instável, marcas da identidade inicial da arte corporal, e legitima a performance dentro da moldura do sistema de arte.


Palavras-chave


corpo; performance; arte contemporânea

Texto completo:

PDF

Referências


DEBRAY, Régis. Vie et mort de l’image. Une histoire du regard en Occident. Paris: Gallimard, 1992.

DUVE, Thierry de. La Performance hic et nunc. Chantal, Pontbriand (dir.). Performances tex (e)s et documents. Actes du Colloque Performance et Multidisciplinarité: Postmodernisme. Montreal: Parachute, 1981.

GOLDBERG, Roselee. Be Here Now. In: Contemporary 21. Special issue on Performance. Londres, v. 89, p. 12-15, 2006.

GLUSBERG, Jorge. A arte da performance. São Paulo: Perspectiva, 1987.

JEUDY, Henri-Pierre. O corpo como objeto de arte. São Paulo: Estação Liberdade, 2002.

KRAUSS, Rosalind. Video: The Aesthetics of Narcissism. In: October. Nova York, v. 1, p. 50-64, primavera de1976.

LESSING, Gotthold Ephraim. Laocoonte ou sobre as fronteiras da pintura e da poesia. São Paulo: Iluminuras, 1998.

LIPPARD, Lucy. Six Years: The Dematerialization of the Art Object from 1966 to 1972 Berkeley / Los Angeles: University of California Press, 2001.

MURAY, Jay. Marina Abromovic. In Contemporary 21. Special issue on performance. Londres, v. 89, p. 20-23, 2006.

PARFAIT, François. Video: un art contemporain. Paris: Editions du Regard, 2001, p. 178-246.

SCHILDER, Paul. A imagem do corpo, as energias construtivas da psique. São Paulo: Martins Fontes, 1999.




DOI: https://doi.org/10.22409/poiesis.1320.105-118

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Viviane Matesco