Vida da crítica: percursos de Mário Pedrosa

Glaucia Villas Boas

Resumo


A editora convidada descreve as razões e a relevância da reflexão sobre a vida da crítica de arte enfocando a trajetória e a repercussão do trabalho de Mário Pedrosa para o campo das artes plásticas, especialmente no Brasil.

Palavras-chave


crítica de arte; Mário Pedrosa; artes plásticas; concretismo

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. El concepto de crítica de arte em el Romantismo alemán. Barcelona, Ediciones Península, 2000.

BOURDIEU, Pierre. “A ilusão biográfica”. In: Razões Práticas: sobre a teoria da ação. Campinas: Papirus editora, 1999.

CLARK, Ligia. Diário, 1963. Acervo da Associação O mundo de Ligia Clark.

DOCTORS, Marcio. O admirável revolucionário gostável. In: http://www.bn.br/site/pages/bibliotecadigital/projetostematicos/

Mariomariopedrosa.htm

DRESDNER, Albert. La Gênese de la critique d´art. École nacionale supérieure des beaux-arts. Paris, 2005

MOULIN, Raymonde, O Mercado de Arte: mundialização e novas tecnologias. Porto Alegre. Editora Zouk, 2007.

OSÓRIO, Luiz Camillo, Razões da crítica. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 2005.

VILLAS BÔAS, Glaucia (2008). “A Estética da conversão. O Ateliê do Engenho de Dentro e a arte concreta carioca (1946-1951)”. In:

Tempo Social. Revista de Sociologia da USP, vol. 20, n. 2 nov. 2008.

ZOLBERG, Vera, CHERBO, Joni, MAYA, Joni. Outsider art: contesting boundaries in contemporary culture. Cambridge, Cambridge University Press. 1997.




DOI: https://doi.org/10.22409/poiesis.1014.9-13

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Glaucia Villas Boas